Cristianismo céltico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cruz céltica em Knock, Irlanda.

A expressão cristianismo céltico ou cristianismo irlandês (às vezes denominado Igreja Céltica ou Igreja Celta) refere-se amplamente ao cristianismo praticado na Idade Média e que se desenvolveu ao redor do Mar da Irlanda nos séculos V e VI: isto é, entre povos celtas/britânicos tais como irlandeses, escoceses, galeses, córnicos e os habitantes da Ilha de Man. Por extensão, pode referir-se às redes monásticas fundadas como instituições-satélite de comunidades célticas da Escócia e da Europa Continental, especialmente da Gália (França). Neste sentido, cristianismo céltico (ou insular) pode ser distinguido por certas tradições únicas (especialmente em questões de liturgia e ritual) que eram diferentes daquelas do grande mundo romano.

A expressão "cristianismo céltico" é por vezes estendido além do século VII para descrever práticas cristãs posteriores nestas áreas; todavia, por conta da história das igrejas irlandesas, galesas, escocesas, bretãs, córnicas, que divergem significativamente após o século VIII (resultando numa grande diferença mesmo entre tradições irlandesas rivais), os historiadores geralmente evitam o uso da expressão neste contexto.[1] Alguns historiadores não utilizam a expressão "Igreja Céltica", visto que consideram que a expressão implica o sentido de que houve uma entidade unificada e identificável separada da grande Cristandade Latina.[2] [3]

Referências

  1. Patrick Wormald, Bede and the 'Church of the English', in The Times of Bede, ed. Stephen Baxter. Oxford: Blackwell Publishing, 2006, pp. 223-224, n. 1
  2. Kathleen Hughes, "The Celtic Church: Is This a Valid Concept?", O'Donnell lectures in Celtic Studies, University of Oxford, 1975 (publicado em Cambridge Medieval Celtic Studies, 1 [1981], pp. 1-20).
  3. Wendy Davies, "The Myth of the Celtic Church", in The Early Church in Wales and the West, Oxbow Monograph, no. 16, editado por Nancy Edwards e Alan Lane, 12-21. Oxford: Oxbow, 1992.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fontes primárias[editar | editar código-fonte]

  • Adomnan, Life of Columba, ed. A. O. e M. O. Anderson, 2da. edição. Oxford Medieval Texts, 1991.
  • Annales Cambriae, ed. Rev. John Williams ab Ithel. Londres: Longman, Green, Longman and Roberts, 1860.
  • Bede, Historiam Ecclesiasticam Gentis Angelorum, in "Venerabilis Baedae Opera Historica" (ed. C. Plummer). Oxford, 1896.
  • Cummian, De controversia paschali e De ratione conputandi, eds. Maura Walsh e Dáibhí Ó Cróinín. Toronto: Pontifical Institute of Mediaeval Studies, 1988. pp. 93–5.
  • Gildas, De Excidio Brittaniae, ed. J. A. Giles in "Six Old English Chronicles". Londres, 1848.
  • Historia Brittonum, ed. J. A. Giles in "Six Old English Chronicles". Londres, 1848.
  • Medieval Handbooks of Penance, eds. J. T. McNeill e H. M. Gamer. Nova York: Columba University Press, 1939.
  • Patrício (São), Confessio, ed. and trad. John Skinner. Image, 1998.

Fontes secundárias[editar | editar código-fonte]

  • Brown, Peter. The Rise of Western Christendom: Triumph and Diversity, 2da. ed. Oxford: Blackwell Publishing, 2003.
  • Charles-Edwards. T. M. Early Christian Ireland. Cambridge, 2000.
  • Cróinín, Dáibhí Ó. Early Medieval Ireland: 400-1200. London, 1995.
  • Davies, Wendy. "The Myth of the Celtic Church", in The Early Church in Wales and the West, Oxbow Monograph, no. 16, editado por Nancy Edwards e Alan Lane, 12-21. Oxford: Oxbow, 1992.
  • Hughes, Kathleen. "The Celtic Church: Is This a Valid Concept?", O'Donnell lectures in Celtic Studies. University of Oxford, 1975 (publicado em Cambridge Medieval Celtic Studies, 1, 1981), pp. 1–20.
  • Hughes, Kathleen. The Church in Early English Society. Londres, 1966.
  • Mayr-Harting, Henry. The Coming of Christianity to Anglo-Saxon England, 3ra. edição. Londres: B. T. Batsford Ltd, 1991.
  • Sharpe, Richard Sharpe. Some problems concerning the organization of the Church in early medieval Ireland, Peritia 3, 1984.
  • Wormald, Patrick. The Times of Bede: Studies in Early English Christian Society and its Historian, ed. Stephen Baxter. Oxford: Blackwell Publishing, 2006.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Em inglês[editar | editar código-fonte]

Em português[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.