Cul-de-sac

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma cul-de-sac em um subúrbio de Sacramento, Califórnia

Cul-de-sac é uma expressão de origem francesa e de outras línguas românicas, tais como normando, occitano, catalão, etc, que se traduzida literalmente, significaria fundo de saco.[1] É característica dos subúrbios anglófonos.[2]

O termo também é utilizado com a função de designar "becos-sem-saída" e "ruas sem saída".

Esse termo também é bastante utilizado por arquitetos e projetistas.

A tradução mais adequada para o português é "balão de retorno", uma vez que é neste espaço ampliado que terminam as ruas sem saída, constituindo solução adequada para automóveis retornarem ao sentido oposto à sua direção.[3] Permitem que haja a mínima interferência possível do tráfego sobre as residências.[4]

Referências

  1. George Orwell, "Politics and the English Language," 1946 Mount Holyoke College.
  2. Cul-de-Sacs: Suburban Dream or Dead End? National Public Radio.
  3. The problems of town development Cornell University Library.
  4. Back to the City Harvard Business School.
Ícone de esboço Este artigo sobre urbanismo, planejamento e estudos urbanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.