Daniel da Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São Daniel de Moscou
Príncipe de Moscou
Governo
Sucessor Iuri Danilovitch
Dinastia Ruríquida
Vida
Nascimento 1261
Morte 1303
Moscou, Moscóvia Flag of Moscow.svg
Sepultamento Catedral de São Miguel Arcanjo, Kremlin, Moscou, Rússia
Filhos Iuri Danilovitch
Ivan Danilovitch
Alexandre Danilovitch
Afanasi Danilovitch
Boris Danilovitch
Pai Alexandre Nevsky

Daniel Alexandrovitch (em russo: Даниил Александрович, 1261 - Moscou, 1303) foi o filho mais novo de Alexandre Nevsky e antepassado dos príncipes da Rússia, tendo governado a Moscóvia por quarenta anos. Pertencia à dinastia ruríquida.

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

De todas as terras do seu pai, herdou a menos cobiçada Moscou, que em breve viria a se tornar a capital da Rússia unificada. Na sua infância, o principado era governado por delegados apontados por seu tio paterno, grão-príncipe Jaroslávio III.

Daniel tomou parte na luta de seus irmãos, Demétrio de Pereslavl e André de Gorodets, pelo direito de governar Vladimir e Novgorod. Com a morte de Demétrio em 1294, Daniel forma uma aliança com Miguel de Tver e João de Pereslavl contra André de Gorodets.

A luta de Daniel pelo governo de Novgorod em 1296 indica a crescente influência política de Moscou. Em 1300, ele aprisiona o governante do principado de Ryazan. Para recuperar a liberdade, o prisioneiro cede a Daniel o forte de Kolomna. Isso teria sido uma aquisição considerável, pois Daniel agora controlava toda a extensão do rio Moscova. Em 1302, o seu primo e aliado, João de Pereslavl, por não possuir herdeiros, deixou a Daniel todas as suas terras, incluindo Pereslavl-Zalessky.

Daniel é creditado por fundar os primeiros mosteiros de Moscou, e por isso foi canonizado pela Igreja Ortodoxa Russa em 1652.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Boris Mikhailovich
Príncipe de Moscou
1283–1303
Sucedido por
Iuri
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Daniel da Rússia