De jure

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

De jure (em latim clássico de iure[1] ) é uma expressão latina que significa "pela lei", "pelo direito", em contraste com de facto, que significa justamente "de facto" (português europeu) e "de fato" (português brasileiro), ou seja, algo praticado.

Por exemplo, se um país é independente de jure, podemos dizer que é independente teoricamente ou independente em princípio (como San Marino e Mônaco, que, segundo um acordo, em caso de invasão por parte de outro país, dependem militarmente das forças armadas da Itália e das forças armadas da França, respectivamente). Esta expressão também diz respeito a leis que existem, mas não são respeitadas na prática, ou seja, não são de fato aplicadas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre direito é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. The American Heritage® Dictionary of the English Language (2000). The Free Dictionary - (em inglês). Houghton Mifflin Company. Página visitada em 11/07/2014.