Dendrobatidae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaDendrobatidae
Dendrobates tinctorius

Dendrobates tinctorius
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: Anura
Subordem: Neobatrachia
Família: Dendrobatidae
Distribuição geográfica
Dendrobatidae range.PNG
Géneros
12 géneros, com cerca de 170 espécies

Dendrobatidae é uma família de anfíbios pertencentes à ordem anura, subordem Neobatrachia.

Os membros deste grupo têm a particularidade de produzirem toxinas potentes que se encontram na sua pele. A espécie com a toxina mais venenosa é a Phyllobates terribilis, que se iguala com o veneno da vespa do mar.

Mais de 100 toxinas foram já identificadas nas secreções cutâneas de membros deste grupo, especialmente no género Dendrobates e Phyllobates. Os membros deste último género produzem uma neurotoxina potente denominada batracotoxina. Apenas 40 microgramas desta substância podem ser fatais.

Algumas tribos indígenas da América do Sul utilizam estas toxinas, colocando na ponta das setas utilizadas em caçadas, daí o nome em inglês poison dart frogs.

Algumas das espécies adquirem a capacidade de produção de tóxinas em parte devido a factores alimentares, nomeadamente devido à ingestão de formigas. Estas formigas, por sua vez, alimentam-se de espécies de plantas com propriedade tóxicas.

Vivem de 5 a 12 anos.

Morfologia[editar | editar código-fonte]

São caracterizados por terem a pele colorida e terem um pequeno tamanho. A cor da pele varia desde o laranja e preto ao azul e amarelo.

Distribuição[editar | editar código-fonte]

Encontram-se originalmente nas América Central e América do Sul, e uma espécie, (Dendrobates auratus) foi introduzida na ilha de Oahu, no Havai para controlar a população de pernilongos.[1]

Subfamílias e géneros[editar | editar código-fonte]

Esta família é alvo constante de estudos filogenéticos e sofre mudanças taxonómicas de maneira frequente.[2] A família Dendrobatidae foi revista taxonomicamente em 2006 e contém 12 géneros, com cerca de 170 espécies.[3] [4]

  • Subfamília Colostethinae Cope, 1867
  • Subfamília Dendrobatinae Cope, 1865
  • Subfamília Hyloxalinae Grant, Frost, Caldwell, Gagliardo, Haddad, Kok, Means, Noonan, Schargel, and Wheeler, 2006
    • Género Hyloxalus Jiménez de la Espada, 1870
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Dendrobatidae
Ícone de esboço Este artigo sobre anfíbios anuros é um esboço relacionado ao Projeto Anfíbios e Répteis. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. http://www.explorebiodiversity.com/Hawaii/BiodiversityForgotten/Wildlife/Reptiles/Frogs%20-%20Poison.htm
  2. Grant, T., Frost, D. R., Caldwell, J. P., Gagliardo, R., Haddad, C. F. B., Kok, P. J. R., Means, D. B., Noonan, B. P., Schargel, W. E., and Wheeler, W. C.. (2006). "Phylogenetic systematics of dart-poison frogs and their relatives (Amphibia: Athesphatanura: Dendrobatidae)". Bulletin of the American Museum of Natural History 299 (299): 1–262. American Museum of Natural History. DOI:[1:PSODFA2.0.CO;2 10.1206/0003-0090(2006)299[1:PSODFA]2.0.CO;2]. ISSN 0003-0090.
  3. Amphibian Species of the World The American Museum of Natural History. Página visitada em 2008-10-10.
  4. F. Harvey Pough .... Herpetology. Upper Saddle River, NJ: Pearson/Prentice Hall, 2004. 92 pp. ISBN 0-13-100849-8