Drakensberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Paisagem do uKhahlamba / Drakensberg

A Cordilheira do Drakensberg estende-se por mais de 1000 km, paralelamente à costa oriental da África do Sul, abrangendo parte do Lesoto e as províncias do KwaZulu-Natal, Estado Livre, Limpopo e Mpumalanga.[1] O nome desta cordilheira em língua isiZulu é uKhahlamba, que significa “barreira de lanças”.

As montanhas fazem parte da escarpa que forma o limite sul do planalto central de África. O monte Thabana Ntlenyana, com 3.482,10 metros de altitude, no Lesoto, é o ponto mais elevado deste complexo, e também de toda a África Austral.

O Parque Nacional de uKhahlamba ou Parque Nacional do Drakensberg, localizado na província sul-africana do KwaZulu-Natal, junto à fronteira com o Lesoto, é um conjunto de grande beleza natural que foi inscrito pela UNESCO na lista do Património Mundial em 2000. Este parque encontra-se ainda na Lista das Terras Húmidas de Importância Internacional (Convenção de Ramsar).

Vista panorâmica do Castelo Gigante, Drakensberg

Outro património bem conhecido do Drakensberg é o Parque Nacional Real do Natal (Royal Natal National Park), onde se encontra a nascente do rio Tugela e as cataratas do Tugela, com 912 m de altura, que são as segundas maiores do mundo.

Referências

  1. Encyclopaedia Britannica (1975); Micropaedia Vol. III, p. 655. Helen Hemingway Benton Publishers, Chicago.
Imagem: Parque uKhahlamba Drakensberg A cordilheira do Drakensberg inclui o sítio Parque uKhahlamba Drakensberg, Património Mundial da UNESCO. Welterbe.svg