Isabel Helena de Vieregg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Elisabeth Helene von Vieregg)
Ir para: navegação, pesquisa
Isabel Helena de Vieregg

Isabel Helena de Vieregg (Elisabeth Helene von Vieregg; 4 de Maio de 1679 - 27 de Junho de 1704) foi uma nobre alemã que se mudou para a Dinamarca quando o seu pai se tornou embaixador em Copenhaga. Foi a amante real e depois esposa moraganática em bigamia do rei Frederico IV.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Isabel Helena de Vieregg era filha de Adam Otto von Vieregg til Weitendorff, um nobre de Mecklemburgo e ministro da Prússia que, entre 1698 e 1706, foi embaixador prussiano em Copenhaga, na Dinamarca. Isabel era dama-de-companhia da princesa Sofia Edviges da Dinamarca e começou uma relação com o irmão dela, Frederico, que se tornou rei no mesmo ano (1699).

A relação foi inicialmente mantida em segredo, mas veio a público quando em 1701 ficou conhecida uma carta do seu pai na qual ele defendia a relação. A 6 de Setembro de 1703, Isabel recebeu a propriedade de Antvorskov e o título de condessa de Antvorskov, tendo-se casado em segredo com Frederico no mesmo ano. O rei, que era já casado com a duquesa Luísa de Mecklemburgo-Güstrow, cometeu assim bigamia, contudo a igreja não o impediu de fazer, visto havia registos de patriarcas hebraicos que tinham cometido poligamia na bíblia. Isabel deu à luz um filho, Frederico Gyldenløve, e morreu durante o parto. Recebeu um funeral público pomposo organizado por Frederico. Após a sua morte seria substituída na posição de amante real por outra dama-de-companhia, Charlotte Helene von Schindel.[1]

Descendência[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dansk biografisk leksikon