Endereço MAC

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Endereço MAC (Media Access Control) é um endereço físico associado à interface de comunicação, que conecta um dispositivo à rede. O MAC é um endereço “único”, não havendo duas portas com a mesma numeração, e usado para controle de acesso em redes de computadores. Sua identificação é gravada em hardware, isto é, na memória ROM da placa de rede de equipamentos como desktops, notebooks, roteadores, smartphones, tablets, impressoras de rede, etc.

Representação[editar | editar código-fonte]

O endereço MAC é formado por um conjunto de 6 bytes separados por dois pontos (“:”) ou hífen (“-”), sendo cada byte representado por dois algarismos na forma hexadecimal, como por exemplo: "00:19:B9:FB:E2:58". Cada algarismo em hexadecimal corresponde a uma palavra binária de quatro bits, desta forma, os 12 algarismos que formam o endereço totalizam 48 bits.

Endereço MAC

Há uma padronização dos endereços MAC administrada pela IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) que define que os três primeiros bytes - imagem acima, chamados OUI (Organizationally Unique Identifier), são destinados a identificação do fabricante - eles são fornecidos pela própria IEEE. Os três últimos bytes são definidos pelo fabricante, sendo este responsável pelo controle da numeração de cada placa que produz. Apesar de ser único e gravado em hardware, o endereço MAC pode ser alterado através de técnicas específicas.

Endereçamento[editar | editar código-fonte]

A Imagem abaixo apresenta uma versão simplificada do quadro utilizado em redes locais Ethernet, conhecido como quadro Ethernet. O primeiro endereço identifica o destinatário da mensagem, ou seja, o receptor. O segundo endereço identifica o remetente, ou seja, o transmissor. Cada endereço é formado por seis bytes, permitindo teoricamente 2⁴⁸ endereços. Por exemplo, o número 00-0C-6E-3C-D1-6D representa um endereço Ethernet no formato hexadecimal[1] .

Imagemb.jpeg

O endereço da camada de enlace, também chamado de endereço físico ou endereço MAC pode ser facilmente visualizado em sistemas operacionais Microsoft Windows, utilizando-se o comando ipconfig/all. Em sistemas Unix, o comando ifconfig exibe as interfaces e seus respectivos endereços de enlace. A seguir são exibidas as saídas resumidas dos comandos ipconfig/all e ifconfig, respectivamente[2] . E para smartphone com sistema Android [menu > confuguração > sobre o telefone > estado ]


c: \>ipconfig/all

Adaptador Ethernet Conexão local:

Endereço físico . . . . . . . : 00-88-14-4D-4C-FB


~$ ifconfig

eth0 Link encap:Ethernet__Endereço de HW__00:1D:7D:B2:34:F9

inet end.: 192.168.88.50__Bcast:192.168.88.255__Mask:255.255.255.0


Existem, basicamente, três formas de endereçamento que podem ser implementadas em uma rede: unicast, multicast e broadcast (imagem abaixo). No endereçamento unicast, a origem envia uma mensagem para apenas um destinatário, ou seja, apenas um dispositivo receberá a mensagem. No endereçamento broadcast, a origem envia uma mensagem para todos os dispositivos da rede. No endereçamento multicast, a origem envia uma mensagem para um grupo de dispositivos chamado grupo multicast. O grupo multicast é um subconjunto dos dispositivos que formam a rede[3] .

Imagemc.jpeg

Modelo IEEE 802[editar | editar código-fonte]

O grupo de trabalho conhecido como IEEE 802 é responsável pela padronização dos protocolos para redes locais e metropolitanas. O modelo de camadas do IEEE 802 define protocolos apenas para as camadas físicas e de enlace, não fazendo nenhuma referência às camadas superiores. A camada física é responsável pela codificação e decodificação dos sinais, geração do preâmbulo que permite identificar o início do quadro e a sincronização da transmissão. Além disso, a camada física define o tipo de meio de transmissão, conectores, interfaces de comunicação e a topologia da rede[4] .

A camada de controle de acesso ao meio ou MAC é responsável pelo controle de acesso ao meio propriamente dito, além da construção do quadro, endereçamento e detecção de erro. Existem diversos grupos de trabalho dentro do IEEE 802 e os dois mais importantes são o IEEE 802.3, que define padrões para redes locais Ethernet, e o IEEE 802.11, que define padrões para redes locais sem fio (Wi-Fi). Os grupos são responsáveis pela definição de protocolos da camada física e da camada MAC, pois existe uma grande dependência entre o mecanismo de controle de acesso ao meio e o tipo de meio de transmissão utilizado[5] .

Dicas[editar | editar código-fonte]

Para descobrir o fabricante de um determinado dispositivo de rede, acesse o endereço http://standards.ieee.org/regauth/oui/index.shtml. Entre com os 6 primeiros números do MAC (sem os dois pontos) do dispositivo e o site retornará o nome do fabricante. Observe que os 6 primeiros números do MAC correspondem aos 3 primeiros bytes (administrados pela IEEE), que identificam o fabricante do equipamento.

Referências

  1. Maia, Luiz Paulo. Arquitetura de Redes de Computadores'. Rio de Janeiro: LTC, 2009.
  2. Maia, Luiz Paulo. Arquitetura de Redes de Computadores'. Rio de Janeiro: LTC, 2009.
  3. Maia, Luiz Paulo. Arquitetura de Redes de Computadores'. Rio de Janeiro: LTC, 2009.
  4. Maia, Luiz Paulo. Arquitetura de Redes de Computadores'. Rio de Janeiro: LTC, 2009.
  5. Maia, Luiz Paulo. Arquitetura de Redes de Computadores'. Rio de Janeiro: LTC, 2009.
  • torres, Gabriel. Redes de Computadores: versão revisada e atualizada. Rio de Janeiro: Nova Terra, 2009.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.