Endovélico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Endovélico é uma divindade da Idade do Ferro venerada na Lusitânia pré-romana. Deus da medicina e da segurança, de carácter simultaneamente solar e ctónico, depois da invasão romana seu culto espalhou-se pela maioria do Império Romano, subsistindo por meio da sua identificação com Esculápio ou Asclépio, mas manteve-se sempre mais popular na Península Ibérica, mais propriamente nas províncias romanas da Lusitânia e Bética.

Endovélico tem um templo em São Miguel da Mota, no Alentejo, em Portugal, e existem numerosas inscrições e ex-votos dedicados a ele no Museu Nacional de Etnologia. O culto de Endovélico sobreviveu até ao século V, até que o cristianismo se espalhou na região.[1]

Referências

  1. Novas investigações no santuário de Endovélico - Revista Portuguesa de Arqueologia, vol. 6, n.º 2, 2003, p.415-479
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia portuguesa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.