Enfant terrible

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Enfant terrible ("criança terrível") é um termo francês para designar uma criança que é muito inocente ao ponto de dizer coisas embaraçosas aos adultos, em especial aos pais. O Webster's Dictionary também define um enfant terrible como uma pessoa que geralmente tem sucesso e que é fortemente não ortodoxo, inovador ou de vanguarda.

Origem do termo[editar | editar código-fonte]

O temo foi cunhado por Thomas Jefferson para descrever Pierre Charles L'Enfant, arquiteto de Washington, um engenheiro militar francês hábil, idealista, e muito obstinado.

Literatura[editar | editar código-fonte]

Na obra de Leo Tolstoy intitulada Anna Karenina (parte três, capítulo XVII), a Princessa Betsy Tverskaya utiliza a frase para descrever Liza Merkalova e Anna Karenina no contexto de discutir suas ações como esposas infiéis.

Les Enfants Terribles' é também um romance clássico da literatura francesa escrito por Jean Cocteau.