Escala cromática

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escala cromática completa ascendente e descendente sobre dó numa oitava Loudspeaker.svg? Tocar.

Na música, a escala cromática é uma escala que contém 12 notas com intervalos de semitons entre elas.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Chamamos de cromática a escala de 12 sons criada pelos ocidentais através do estudo das frequências sonoras. A escala é formada pelas 7 notas padrão da escala diatônica acrescidas dos 5 tons intermediários. Devido ao fato dessa escala utilizar intervalos de semitom, qualquer trecho de um solo ou arranjo musical que contenha notas em sequência tocadas em intervalos de semitom pode ser vulgarmente chamado de "cromatismo".

Compreendendo[editar | editar código-fonte]

Para entendermos a escala cromática, podemos pegar o padrão da escala de dó maior e inserir os cinco sons existentes entre as notas que têm entre si o intervalo de um tom. No violão, basta seguir melodicamente casa por casa (semitom por semitom) até a 12 nota, a partir do que se repetirá a escala. No piano, tocamos todas as teclas (brancas e pretas, sem pular nenhuma) melodicamente.

Esta escala serve de embasamento para alguns estilos musicais como a música serial, aleatória, dodecafônica e microtonal

Exemplos[editar | editar código-fonte]

A escala cromática possui um único formato, visto que utiliza os 12 sons da escala ocidental. Portanto, nada influencia sua estrutura (do ponto de vista de notas da escala) ao se mudar a nota de início (primeiro grau da sequência).

- Dó - Dó# - Ré - Ré# - Mi - Fá - Fá# - Sol - Sol# - Lá - Lá# - Si

No caso da escala descendente, costuma-se escrever as notas utilizando os acidentes bemóis:

- Si - Sib - Lá - Láb - Sol - Solb - Fá - Mi - Mib - Ré - Réb - Dó

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.