Exército da Republika Srpska

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Exército da Republika Srpska
Војска Републике Српске (ВРС)
Vojska Republike Srpske (VRS)
Emblem Republika Srpska Army.svg
Oznaka pripadnosti vojsci Republike Srpske.svg
País borde República Srpska
Criação 1992
Aniversários 1992: fundação
2001: reorganização
Extinção 2006
História
Guerras/batalhas Guerra de Independência da Croácia; Guerra da Bósnia.
Logística
Efetivo 80.000 soldados
Comando
Comandante Ratko Mladić - 1992-1996[1]
Sede
Guarnição Banja Luka, Republika Srpska

O Exército da Republika Srpska (em sérvio: Војска Републике Српске (ВРС); em bósnio e croata Vojska Republike Srpske (VRS)) também conhecido como o Exército Sérvio-Bósnio, era a força militar da atual Republika Srpska, que era então conhecida como a "República Sérvia da Bósnia e Herzegovina ", um estado auto-proclamado no território internacionalmente reconhecido da República da Bósnia e Herzegovina. A partir de 2003, o exército passou a integrar as Forças Armadas da Bósnia e Herzegovina. Em 2005, uma unidade constituída somente por bósnios sérvios, bósnios muçulmanos e bósnios croatas foi criada para ajudar as forças de coalizão liderada pelos EUA no Iraque.[2] Em 6 de junho de 2006, o Exército Sérvio-Bósnio foi totalmente integrado às Forças Armadas da Bósnia e Herzegovina, controladas pelo Ministério da Defesa da Bósnia e Herzegovina.

História[editar | editar código-fonte]

O Exército da Republika Srpska foi criado em 12 de maio de 1992, sendo constituído pelas unidades do antigo Exército Iugoslavo na Bósnia e Herzegovina. O exército contava com 80.000 integrantes durante a Guerra da Bósnia (1992-1995). O VRS (Vojska Republika Srpska; em português, Exército da Republika Srpska) era formado principalmente por militares sérvios ortodoxos, que estavam na Bósnia. A missão do exército era defender a Republika Srpska de ataques vindos da Armija Republike Bosne i Hercegovine (ARBiH) e do Hrvatsko Vijece Obrane (HVO). O exército também tinha apoio de voluntários gregos e russos, de grupos paramilitares sérvios e do Exército Iugoslavo. A VRS também foi culpada por vários casos de limpeza étnica em vários vilarejos muçulmanos da Bósnia. Por causa disso, o comandante da VRS, o General Ratko Mladić foi acusado pelo Tribunal Internacional Penal, em Hague, e foi preso na Sérvia em 26 de maio de 2011. A VRS foi reorganizada em 2001, após a guerra, como uma unidade de defesa da Republika Srpska, em 2006, a VRS foi anexada a o Forças Armadas da Bósnia e Herzegovina.

Divisões da VRS[editar | editar código-fonte]

  • 1º Corpo da VRS - Krajina - Banja Luka
  • 2º Corpo da VRS - Krajina - Drvar
  • 3º Corpo da VRS - Leste - Bijelina
  • 4º Corpo da VRS - Sarajevo/Romanija - Pale
  • 5º Corpo da VRS - Drina - Vlasenica
  • 6º Corpo da VRS - Herzegovina - Bileća

Unidades de Operações Especiais[editar | editar código-fonte]

Patentes[editar | editar código-fonte]

A VRS usava as mesmas patentes utilizadas no Exército Iugoslavo desde sua criação.

  • Soldado (Разводник)
  • Cabo (Десетар)
  • Sargento (Водник)
  • Primeiro-Sargento (Водник прве класе)
  • Suboficial (Заставник)
  • Primeiro-Suboficial (Заставник прве класе)
  • Subtenente (Потпоручник)
  • Tenente (Поручник)
  • Capitão (Капетан)
  • Primeiro-Capitão (Капетан прве класе)
  • Major (Мајор)
  • Tenente-Coronel (Потпуковник)
  • Coronel (Пуковник)
  • General-Major (Генерал-мајор)
  • Tenente-Coronel-General (Генерал-поткуковник)
  • Coronel-General (Генерал-пуковник)

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

Equipamentos de Infantaria[editar | editar código-fonte]

Zastava M70, o fuzil padrão da VRS.

Blindados[editar | editar código-fonte]

M84 da VRS.

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Obuses M-46, de 130mm, da VRS.

ATGM[editar | editar código-fonte]

Canhão Antitanque[editar | editar código-fonte]

ZiS-3

Artilharia Anti-Aérea[editar | editar código-fonte]

ZSU-57-2 da VRS.

Força Aérea da Republika Srpska[editar | editar código-fonte]

Foi criada em 1992, como Ratno Vazduhoplovstva i Protiv Vazdušna Odbrana Vojska Republike Srpske ou RV i PVO VRS. Desde 1º de junho de 2004, se chamava Prvi Puk Vazduhoplovstva i Protiv Vazdušna Odbrana Vojske Republike Srpske. Em 1º de janeiro de 2006, foi anexado a Força Aérea da Bosnia e Herzegovina.


Referências

  1. THE INTERNATIONAL CRIMINAL TRIBUNAL FOR THE FORMER YUGOSLAVIA - Case No. IT-95-5/18-I. UN - ICTY (2007). Arquivado do original em 2007-09-19. Página visitada em 2007-09-26. "On 12 May 1992, Ratko MLADIC was appointed Commander of the Main Staff of the VRS, a position he held until at least 22 December 1996. On 24 June 1994, Ratko MLADIC was promoted to the rank of General Colonel."
  2. Nedim Dervisbegovic (2005-06-02). Bosnia's first unified army platoon deployed to Iraq. signonsandiego. Página visitada em 2007-09-26.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]