Fárnaces II do Ponto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Farnaces II do Ponto)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Setembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Fárnaces II do Ponto (em língua grega antiga: Φαρνάκης) (97 a.C.47 a.C.) era filho bastardo de Mitrídates VI do Ponto Eupator, a quem sucedeu na chefia do Reino do Ponto. Graças às campanhas que levou a cabo junto com seu pai contra a República Romana, conseguiu grandes conhecimentos sobre as legiões (Quinto Sertório enviou um grupo de centuriões para treinar as tropas do Ponto como as legiões de Roma).

Em 63 a.C.,[1] Farnaces mata seu próprio pai, Mitrídates VI do Ponto, [2] e recebe, como prêmio, o reino do Bósforo.[3]

Pactuou com Roma a paz, para reorganizar os seus exércitos, mas rompeu-a em 47 a.C..

Foi derrotado na Batalha de Zela por Júlio César,[4] que reuniu as suas tropas entre as guarnições das províncias asiáticas que Roma detinha. Após essa batalha César pronunciou veni, vidi, vici (vim, vi, venci),[5] uma das frases mais famosas da História.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. No ano do consulado de Marco Túlio Cícero e Caio Antônio, conforme Dião Cássio, Livro XXXVII, 10.4 [em linha]
  2. Dião Cássio, Livro XXXVII, 12.4
  3. Dião Cássio, Livro XXXVII, 14.2
  4. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de César, 50.2 [em linha]
  5. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de César, 50.3


Precedido por
Mitrídates VI
Rei do Ponto
97 a.C. — 47 a.C.
Sucedido por
Pólemon I