Felton Messina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Felton Messina iniciou-se na pratica do Karatedo no ano 1966 enquanto estudava na Universidade de Porto Rico, supervisionado por seu primeiro mestre de caratê, Edwin Hernández[1] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou-se na pratica de caratê com Edwin no estilo Okinawa Kenpo Karatedo. No ano 1968 passa o exame para o grau de primeiro dan. Quando volta para a Republica Dominicana graduado como engenheiro no ano 1969 vê que as únicas artes marciais que estão sendo praticadas são Judo e Taekwondo.

Quando um grupo de jovens ouviu de sua chegada a Republica Dominicana, lhe pediram ser seus alunos em Karate. No ano 1969 se cria a Associação Kenpo Karatedo na Republica Dominicana, sendo ista muito popular e conhecida por tuda a nação Dominicana. O mestre Messina, além de ter sido presidente da Associação Kenpo Karatedo, também foi presidente da Federação Dominicana de Judô. Sendo presidente da Federação Dominicana de Judô, o Felton Messina cria com assessoramento do presidente do Comitê Olímpico Dominicano o que até hoje se conhece como a Federação Dominicana de Caratê; federação que tem reconhecimento do Comitê Olímpico Dominicano. Logo de criar ista nova federação de Karate, o mestre Messina entrega a presidência da Federação Dominicana de Judo. No ano 1975 Felton Messina muda do estilo Kenpo Karatedo ao estilo Nihon Koden Shindo Ryu Karatedo. Neste estilo de Karate seu mestre e o japonês Hiroyuki Hamada, natal da província Sendai, prefeitura de Kagoshima, Japão[1] .

Começou a pratica do estilo Nihon Koden Shindo Ryu no ano 1975 quando o mestre Japonês Hiroyuki Hamada foi convidado por Felton Messina para ir a Republica Dominicana a ensinar o estilo que ele tinha criado. O mestre Hiroyuki Hamada esteve 1 mês na Republica Dominicana ensinando seu estilo ao professor Felton Messina e também alguns alunos dele da Associação Kenpo karatedo. Os treinamentos duravam 5 horas e eram realizados os sete dias da semana. Antes de voltar a Japão, o mestre Hamada examinou Felton Messina para o grau de terceiro dan.

Depois disso, Felton Messina viajou quatro vezes até o Japão para praticar com o mestre Hiroyuki Hamada e ser promovido a graus sucessivos até chegar ao grau mais alto do estilo Nihon Koden Shindo Ryu em seu ultimo viagem em 1999, que e o grau de Soshihan, que traduzido ao Português significa "mestre de mestres". Durante a última viagem, dez de seus alunos estavam com ele e presenciaram seu exame para o grau de Soshihan[2] .

O mestre Messina difundiu o estilo por vários países do mundo. Os países onde o mestre Messina levou o estilo são: Venezuela, Porto Rico, Estados Unidos, Cuba, Camboja e a Republica Dominicana. Ele foi o único dominicano que espalhou o caratê internacionalmente, criando escolas nos países que foram mencionados[3] .

Graus Obtidos[editar | editar código-fonte]

Atualmente Felton Messina possui o grau de Soshihan em seu estilo de caratê para todo o mundo, excepto o Japão, onde possui o grau de sétimo dan. A Federação Mundial de Caratê (WKF ou FMK, em português) lhe reconheceu o grau de sétimo dan.

Ele também possui o grau de primeiro dan em Iaidô Muso Shinden Ryu. Seu mestre em tal arte marcial foi Iwagoro Setoguchi, oitavo dan. O grau foi-lhe concedido quando de sua primeira viagem ao Japão, onde permaneceu por mês, treinando com o mestre Setogchi e o mestre Hamada, simultaneamente, em 1977.

Contribuçôes ao Karate na Republica Dominicana[editar | editar código-fonte]

Além de ter sido um dos pioneiros em Karate na ilha de Porto Rico, E chamado o pai do caratê na Republica Dominicana. Ele se ganhou essa menção por ser a pessoa que levou e difundiu o esporte em seu país, chegando ter a Associação Kenpo karatedo com mais de 6.500 alunos por tuda a nação Dominicana. Ele também foi o responsável de introduzir o caratêna polícia Dominicana, treinando a os militares na forma competitiva e também para defesa pessoal. Felton Messina também foi treinador da seleção nacional, treinando seus alunos para torneios internacionais, como os Pan-americanos e competências Mundiais. Alguns dos seus alunos têm ganhado primeiro, segundo e terceiro nos Jogos Pan-americanos.

O mestre Messina é o primeiro dominicano que escreve um livro sobre as praticas do caratê, especificamente sobre o estilo Nihon Koden Shindo Ryu no ano 1979.

Atualmente O mestre Messina findou seu segundo livro sobre o Karatedo titulado "A Fisica do Karatedo e as Perguntas não respondidas do Karatedo". O livro atualmente só está disponível em inglês.

Referências

  1. a b Nihon Koden Shindo Ryu (em inglês). Visitado em 20.nov.2010.
  2. Shihan (em italiano). Visitado em 21.nov.2010.
  3. BUKAI BUSHIDO YUDANSHA BODAI SHIN INTERNATIONAL MARTIAL ARTS: ESTILOS (em castelhano). Visitado em 21.nov.2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]