Fluoropolímero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um fluoropolímero é um polímero baseado em fluorocarbonos com múltiplas fortes ligações carbono–flúor. É caracterizado por uma alta resistência a solventes, ácidos e bases.

Fluoropolímeros foram acidentalmente descobertos em 1938 pelo Dr. Roy J. Plunkett quando ele acidentalmente polimerizou tetrafluoroetileno formando politetrafluoroetileno (PTFE ou mais comumente conhecido pela marca da DuPont Teflon[1] ). Fluoropolímeros dividem as propriedades de fluorocarbonos naquelas em que não são tão suscetíveis às forças de Van der Waals como os hidrocarbonetos. Isso contribui para as suas propriedades antiaderentes e de redução do atrito. Além disso, eles são estáveis devido à estabilidade das múltiplas ligações carbono-flúor adicionadas a um composto químico. Fluoropolímeros podem ser mecanicamente caracterizados como termofixos ou termoplásticos. Elas são muitas vezes aplicadas a peças de metal fabricadas por pintura eletrostática a pó, ou presos em grandes folhas com epóxi para a cobrir o interior de grandes recipientes metálicos e não-metálicos.

Exemplos de fluoropolímeros[editar | editar código-fonte]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Teflon é uma marca registrada da DuPont
  2. Hyflon é uma marca registrada da Solvay Solexis S.p.A.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]