Focomelia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A focomelia é uma anomalia congênita que impede a formação normal de braços e pernas. Caracteriza-se pela aproximação ou encurtamento dos membros do feto, tornando-os semelhantes aos de uma foca. Por vezes os ossos longos estão ausentes e mãos e pés rudimentares se prendem ao tronco por ossos pequenos e de forma irregular.

Foi comum na década de 50 pelo uso da talidomida por um grande número de mães.

Não raro em vez da falta de membros ocorrem outras anomalias e os fetos podem chegar a ter dedos a mais (polidactilia), ausência de membros (amelia) ou outros membros (dismelia). Pode ser completa, quando a mão se implanta diretamente no tronco. Representa 0,8% dos defeitos congênitos do membro superior.

A focomelia é normalmente rara em humanos, sendo conseqüência natural de síndromes (síndrome de Holt-Oram, em que afeta um em cada 100.000 nascidos) ou da administração de drogas teratogênicas durante a gravidez (como a talidomida, proscrita do meio médico em 1961).


Referência[editar | editar código-fonte]

  • MOORE, K. L., PERSAUD, T. V. N. Embriologia Clínica. Ed. Elsevier, Rio de Janeiro. 7ª edição, 2003.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]