Braço

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Braço
Upperarm.jpg
Gray413 color.png
Latim Bracchium

Na linguagem vulgar, o termo braço é utilizado como sinônimo da extremidade superior ou membro superior do homem. No entanto, em anatomia, chama-se braço à porção proximal do membro superior, formada pelo úmero, que articula, no ombro, com a escápula (ou omoplata) e, no cotovelo, com a ulna e o rádio, que formam o antebraço.

O braço possui quatro músculos que se encontram no mesmo compartimento fascial que, no tórax, cobre o deltóide e o peitoral maior:

  • O coracobraquial, que liga o úmero à apófise coracóide da omoplata, no ombro;
  • O braquial, que faz a ligação com o cúbito, no cotovelo;
  • O bíceps braquial é o grande músculo da parte anterior do braço e tem aquele nome por possuir duas “cabeças” (ou partes iniciais), uma ligando igualmente à apófise coracóide e a outra à cavidade glenóide da omoplata; e
  • O tríceps braquial é o músculo da parte posterior do braço e tem aquele nome por possuir três “cabeças”; é responsável pelo movimento longitudinal do cotovelo.

Dos lados do biceps existem duas concavidades, na interna das quais se encontra a artéria braquial e o nervo médio do braço.