Fruto do Espírito Santo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde junho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde abril de 2012).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

O Fruto do Espírito Santo é um conceito teológico cristão contido no Novo Testamento, na carta do Apóstolo São Paulo aos Gálatas. A passagem descreve o "fruto" como o que se espera de resultado na vida de quem o Espírito Santo tem atuado, em contraste com as Obras da carne na vida daquele que não tem o Espírito Santo e conseqüentemente não herdará o Reino de Deus.

Gálatas 5:19-23 "Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei."

Fruto; e não frutos[editar | editar código-fonte]

Em Gálatas 5.22, lemos; "Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio." Vejam bem, a palavra fruto aparece no singular e não no plural, o que nos leva a entender que são nove virtudes que fazem parte de um todo, de maneira que se faltar umas dessas virtudes em nós não estamos completos. "Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma." (Tiago 1:4)

Qual o princípio da frutificação?[editar | editar código-fonte]

Encontra-se em Gênesis 1.11; Observe que; cada planta e árvore produz fruto segundo a sua espécie, e a frutificação espiritual segue o mesmo critério. Quais são os nossos frutos? Somos espirituais ou carnais, segundo à nossa espécie?

Qual a sua espécie? Romanos 6.12: "nao reine,portanto,o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências." Gálatas 5.17: "porque a carne cobiça contra o Espírito e o Espírito contra a carne; e estes opoem-se um ao outro; para que não façais o que quereis."

Aqui está o segredo de nossa vitória contra o pecado, temos que nos submeter ao domínio do Espírito Santo e deixar que Ele nos guie, nos oriente em todas as nossas decisões e em toda a nossa caminhada; fazendo assim, nos tornaremos um solo fértil onde todas as virtudes do fruto do Espírito serão produzidas em nós e então passaremos a ter o mesmo sentimento de Cristo. Filipenses 2.5-7: "Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus. Pois ELE, subsistindo em forma de DEUS, não julgou como usurpação o ser igual a DEUS, antes a si mesmo se esvaziou, ..."

Entendemos que com a queda do homem, no Éden, nós herdamos a natureza pecaminosa de Adão. "Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram." (Romanos 5:12)

Nós que trouxemos a imagem de Adão, traremos agora a imagem de Jesus Cristo. (1 Coríntios 15.49), ou seja, o caráter de Jesus Cristo deve ser manifestado em nós, que O aceitamos como nosso Salvador, e fazê-lo conhecido através de nossas obras. Este é o fruto dos salvos: a SANTIFICAÇÃO, a qual não é causa e sim, a demonstração da salvação, mediante a manifestação do caráter de Cristo, ou seja, o Fruto do Espírito, completo.

Em Efésios 2:8-10 está claro como recebemos a SALVAÇÃO: “Porque pela graça sois salvos mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feituras dEle, criados em Cristo Jesus, para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas”.

Em Mateus 7.17-20 está escrito: "Assim toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir maus frutos, nem a árvore má produzir frutos bons. Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis". Portanto, pelos frutos conhecereis a árvore; agora sim deve estar no plural, pois fomos chamados para frutificar.

Devemos "andar" em Espírito (Gálatas 5.16). Como fazer isto? Ouvindo a voz do Espírito Santo, obedecendo-O e confiando nossas vidas às Suas orientações. "Andai" do grego peripateite, que significa: "conduzir a própria vida".

Conclui-se que o Espírito Santo, segundo a bíblia é um guia para a fé cristã.

== Obras da carne ==

  • Prostituição
  • Impureza
  • Lascívia
  • Idolatria
  • Feitiçaria
  • Inimizades
  • Contendas
  • Ciúmes
  • Iras
  • Facções

* Dissensões

  • Partidos (divisões)
  • Bebedices
  • Orgias
  • Gula (comer muito em excesso)
  • E muitas outras coisas semelhantes a estas.

Referência[editar | editar código-fonte]

1- ALMEIDA, João Ferreira de. Trad. A Bíblia Sagrada (Revista e Atualizada no Brasil) 2 ed. São Paulo. Sociedade Bíblica Brasileira, 1993.

Ver também[editar | editar código-fonte]