Gerhard Armauer Hansen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gerhard Armauer Hansen

Gerhard Henrick Armauer Hansen (Bergen, 29 de julho de 1841  — Florø, 12 de fevereiro de 1912) foi um médico bacteriologista e dermatologista norueguês, conhecido pela identificação do Mycobacterium leprae como o agente causador da lepra em 1873.

Em 1847, Daniel Danielsen Cornélio (1815-1894) fez uma extensa descrição da hanseníase. Em 1868 Hansen utiliza este trabalho como base para seus estudos de hanseníase, que em 1874 levaram à descoberta do bacilo da hanseníase. Naquela época, ele estava certo que a lepra não foi realmente provocada por esse microrganismo. Não foi possível infectar animais de laboratório com a doença, ou cultivar as bactérias. Por esta razão ele implantou em outras pessoas, incluindo nos enfermeiros e pacientes, mas sem ter sucesso em dar origem a um processo patológico. Um dos pacientes interpôs uma ação contra Hansen sobre as razões destas experiências, e Hansen foi removido, por decisão do tribunal, a sua posição no leprosário, onde os experimentos tiveram sua origem. Ele reteve, no entanto, a sua posição como Chefe de Ofício Medico para a Hanseníase.

Em uma tentativa de lançar luz sobre determinados aspectos da ocorrência da doença, Hansen fez uma viagem para os EUA, para examinar leprótica, imigrantes e de verificar se espalhar a doença tinha-as a partir de outras pessoas nos EUA. Detectou-se, contudo, ser extremamente difícil de detectar pacientes em seu novo país, e não podiam ser tiradas conclusões definitivas. Com o passar do tempo, Hansen ganhou reconhecimento internacional. Uma das ocasiões em que esta expressão foi encontrada,foi o Segundo Congresso Internacional de Lepra, em Bergen, em 1909. Nos jardins botânicos da Universidade de Bergen, um busto de Hansen, erigido pelos cientistas de toda a Europa e divulgou em seu 60° aniversário, em 1901. A urna funerária de Hansen foi colocada sob o busto.