Bona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bona
BonnÜbersicht.jpg
Vista de Bona
Brasão Mapa
Brasão de Bona
Bona está localizado em: Alemanha
Bona
Mapa da Alemanha, posição de Bona acentuada
Administração
País  Alemanha
Estado Renânia do Norte-Vestfália
Região administrativa Colônia
Distrito distrito urbano
Prefeito Jürgen Nimptsch
Partido no poder SPD
Estatística
Coordenadas geográficas 50° 44' 02.37" N 7° 5' 59.33" E50° 44' 02.37" N 7° 5' 59.33" E
Área 141.22 km²
Altitude 60 m
População 324.899 (31 dez 2010)
Densidade populacional 2.301 hab./km²
Outras Informações
Placa de veículo BN
Código postal 53111-53229 (antigo: 5300)
Código telefônico 0228
Endereço da prefeitura Berliner Platz 2
53111 Bonn
Website sítio oficial
Localização de Bona
no distrito de distrito urbano
North rhine w BN.svg

Bonn (português brasileiro) ou Bona (português europeu) (em alemão Bonn; em latim: Bonna)[1] é uma cidade alemã situada no estado de Renânia do Norte-Vestfália, cerca de 30 quilômetros a sul de Colônia e cerca de 60 quilômetros a norte de Coblença. Tem pouco mais de 300 mil habitantes.

Bona é uma cidade independente (Kreisfreie Städte) ou distrito urbano (Stadtkreis), ou seja, possui estatuto de distrito (kreis).

O número de habitantes da cidade de Bonn ultrapassou apenas em 1939 os 100 mil, tornando-se então uma cidade (Großstadt). Bona foi a capital da República Federal Alemã entre 1949 e 1989. Atualmente, permanecem em Bona algumas embaixadas e algumas estatais alemãs como a Deutsche Welle, a Deutsche Telekom e o Deutsche Post. Desde 1996, é também a sede de algumas organizações da ONU que têm por tema a preservação do ambiente e o desenvolvimento no Terceiro Mundo.

O célebre compositor Ludwig van Beethoven nasceu na cidade em 1770.

Religiões[editar | editar código-fonte]

No início do século XVI, Bona foi o centro das tentativas de reforma do príncipe eleitor Henrique V da Saxônia. Até 1543, Martinho Lutero teve muitos simpatizantes na cidade, mas a partir daqui, o luteranismo foi combatido activamente, com o patrocínio da família real dos Wittelsbach, em favor do catolicismo. Através da Contra-Reforma, onde os Jesuítas assumiram um papel combativo, Bona tornou-se praticamente na totalidade uma cidade católica. Após a dissolução da figura de príncipe-eleitor de Colónia em 1802, a comunidade católica de Bona passou a pertencer ao bispado de Aachen, porém, entre 1821 e 1825 voltou ao arcebispado de Colónia.

Como foi dito, Bona foi "recatolizada", particularmente sob a acção dos Jesuítas. Desde logo, apenas após a secularização de 1803 (com Napoleão), no ano de 1816, foi possível constituir uma paróquia luterana (ou evangélica), pertencendo ao sínodo do círculo de Mülheim, dentro da Igreja evangélica da Prússia e suas províncias na Renânia.

Em 1895, Bona tornou-se o centro de um sínodo próprio, a partir do qual se desenvolveu o atual círculo sinódico de Bonn.

No entanto, hoje, a maioria dos habitantes de Bona continua a ser católica, tal como em Colônia, ao contrário de outras cidades das proximidades como Düsseldorf, cuja maioria é de protestantes (luteranos).

Bona torna-se capital[editar | editar código-fonte]

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, Bona tornou-se parte da zona ocupada pelas tropas britânicas e foi então incorporada no estado da Renânia do Norte-Vestfália. Em 1949 a cidade se tornou a capital provisória da Alemanha Ocidental por iniciativa do chanceler Konrad Adenauer, natural de Colônia, que morava desde 1937 a poucos quilômetros de lá, no outro lado do rio Reno, na pequena localidade de Rhöndorf, uma freguesia da vila de Bad Honnef.

Na cidade está sediada a Universidade de Bona, com aproximadamente 30 mil estudantes (2007).

A antiga prefeitura, usada frequentemente para a recepção a personalidades políticas internacionais no tempo em que Bona era a capital da RFA. Em frente, a praça do mercado.
Mapa de Bona.

Referências

Commons
O Commons possui multimídias sobre Bona


Bandeira da Renânia do Norte-Vestfálial Estado da Renânia do Norte-Vestfália
Regiões Administrativas

Colónia | Düsseldorf | Arnsberg | Münster | Detmold

Distritos

Aachen | Borken | Coesfeld | Düren | Ennepe-Ruhr-Kreis | Rhein-Erft-Kreis | Euskirchen | Gütersloh | Heinsberg | Herford | Hochsauerlandkreis | Höxter | Cleves | Lippe | Märkischer Kreis | Mettmann | Minden-Lübbecke | Rhein-Kreis Neuss | Oberbergischer Kreis | Olpe | Paderborn | Recklinghausen | Rheinisch-Bergischer Kreis | Rhein-Sieg-Kreis | Siegen-Wittgenstein | Soest | Steinfurt | Unna | Viersen | Warendorf | Wesel

Cidades independentes

Aachen | Bielefeld | Bochum | Bonn | Bottrop | Colónia | Dortmund | Duisburg | Düsseldorf | Essen | Gelsenkirchen | Hagen | Hamm | Herne | Krefeld | Leverkusen | Mönchengladbach | Mülheim | Münster | Oberhausen | Remscheid | Solingen | Wuppertal