Guerra do Cáucaso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde agosto de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
Cena de A guerra do Cáucaso , por Franz Roubaud
Construção da Rodovia militar da Geórgia que foi um fator chave na eventual vitória russa
Montanheiros saindo dos aul, por Pyotr Gruzinsky
Medalha russa pela conquista do caucaso ocidental 1859-1864

A Guerra do Cáucaso' de 1817-1864, também conhecida como conquista russa do Cáucaso, foi uma invasão comandada pelo império russo ao Cáucaso que terminou com a anexação áreas do norte do Cáucaso para a Rússia. Esta invasão foi constituída por uma serie de ações militares comandadas pela Rússia contra os territórios e grupos tribais do Cáucaso, para expandir a Rússia em direção ao sul.

Outros territórios do Cáucaso (Geórgia, Armênia e Azerbaijão) foram incorporados ao império russo várias vezes ao longo do século XIX como resultado das guerras russas contra o Império Otomano e a Pérsia.

História[editar | editar código-fonte]

Três czares russos deflagraram a guerra: Alexandre I, Nicolau I e Alexandre II.Os comandantes russos foram Aleksey Petrovich Yermolov em 1816–1827, Mikhail Semyonovich Vorontsov em 18441853 e Alexandr Baryatinsky em 18531856.

A invasão Russa foi recebida com forte resistência. O primeiro período que de modo coincidente termina com a morte de Alexandre I e a Revolta Dezembrista em 1825. Foi comparado um sucesso surpreendentemente pequeno, especialmente quando comparado com a então recente vitória russa sobre o “Grande Exercito” de Napoleão.

Durante 1825-1833 houve pouca atividade, uma vez que a Rússia estava envolvida em guerras com a Turquia e com a Pérsia. Depois de um sucesso considerável nessas duas guerras Rússia retomou a luta no Cáucaso. Encontraram novamente uma dura resistência, notavelmente liderada por Ghazi Mollah, Gamzat-bek e Hadji Murad. Imam Shamil os seguiu, ele liderou os montanheiros de 1834 até ser capturado pelo comandante russo Dmitry Milyutin em 1859. Em 1845 as forças de Imam Shamil conquistaram sua mais dramática vitória quando resistiram a grande ofensiva russa liderada pelo príncipe Vorontsov.

Durante a Guerra da Crimeia os russos negociaram uma trégua com os exércitos de Shamil, mas as hostilidades recomeçaram em 1855. A Guerra do Cáucaso finalmente chegou ao fim entre 1856-1859, quando um forte exército comandado pelo General russo Baryatinsky quebrou a resistência dos homens liderados por Imam Shamil.

A Guerra do Cáucaso terminou com a Rússia conquistando o norte do Cáucaso e Shamil jurando fidelidade ao czar e indo viver na Rússia. O fim da guerra foi declarado em 2 de junho de 1864, por um manifesto do czar.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.