Czar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ivan IV, o Terrível foi o primeiro monarca russo a utilizar o título.

Tsar ou Tzar (em russo: царь; em búlgaro: цар; ambos pronunciados "tsár") ou ainda czar (pela transliteração do húngaro cár) foi o título usado pelos monarcas do Império Russo entre 1546 e 1917. Foi adotado por Ivan IV da Rússia como um símbolo da natureza da monarquia russa.

Em 1721 Pedro I da Rússia adaptou o título de imperador (Император, Imperator), pelo qual ele e os seus herdeiros foram reconhecidos, e que se tornou uma outra designação para além do termo tsar, igualmente em uso. O termo também foi usado para designar os monarcas da Bulgária e da Sérvia.

Tsarissa, czarissa, tsarina ou czarina é o termo usado para designar a imperatriz, tsarevna ou cazarevna são designantes da princesa (filha do tsar e da sua esposa), e tsarévich ou czarevich para um herdeiro primogénito, homem. Os príncipes não legitimamente herdeiros e familiares próximos recebem a denominação de Grão-príncipe (grã-princesa, Velikaya Knyaginya, no feminino) Velikiy Knyaz, equivalente ao infante da Península Ibérica.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O termo "tsar" ou "czar", tal como o alemão kaiser, tem a sua origem na palavra latina Caesar. [1]

Segundo o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa de Antônio Houaiss, a forma preferencial é "tsar", embora seja comum encontrar as grafias "czar" ou "tzar". No Brasil ambos os termos são usados. [1]

Em Portugal "czar" é a palavra correntemente utilizada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b HOUAISS, Antonio. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009. 2048 p. 1 vol. vol. 1. ISBN:857302963-3