Heinrich Gottfried Ollendorff

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Heinrich Gottfried Ollendorff (Rawicz, Posen, 1802Paris, 3 de Abril de 1865), também conhecido por Henri Ollendorff, foi um especialista em gramática e pedagogista alemão, judeu, que se notabilizou com a criação do Método Ollendorff de ensino das línguas estrangeiras a adultos.

Muito jovem Ollendorff emigrou para Londres, cidade onde se iniciou no ensino da língua alemã utilizando um método diferente dos tradicionais. Foi progressivamente refinado o método, criando uma nova forma de ensinar as línguas estrangeiras a adultos. As alusões feitas ao Método de Ollendorff na obra de grande expansão de Basil Hall Schloss Hainfeld ou A Winter in Lower Styria (Londres, 1836) popularizou o método e permitiu a sua rápida expansão.

Acabou por se fixar em Paris por volta de 1830, aí adquirindo uma editora e tipografia, produzindo manuais para o ensino de diversas línguas.

A primeira obra que publicou em Paris foi Petit Traité sur la Déclinaison Allemande, ao que se seguiu Méthode Appliquée à l'Allemand, publicado primeiro em francês e depois em inglês. Esta última obra tornou-se tão popular nas zonas de influência britânica que foi traduzida em gujarati para uso na Índia.

O próprio Ollendorff adaptou o método ao ensino do italiano, espanhol, grego moderno e diversas outras línguas. A conselho de Salomon Munk enviou uma cópia do seu trabalho à Universidade de Jena, a qual lhe concedeu um doutoramento em letras.

Depois de ter refinado o método e de publicar Méthode de l'Allemand à l'Usage des Français (1833), a utilização do Método Ollendorff foi aprovada por Narcisse-Achille de Salvandy, ministro da instrução pública, para uso no ensino público francês. Tal decisão causou alguma polémica nos meios intelectuais franceses.

Referência[editar | editar código-fonte]

  • Salomon Munk, Esquisse Biographique: Le Professeur Ollendorff, Paris.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]