História do Alabama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Alabama é um estado independente desde 14 de dezembro de 1819, sendo o vigésimo segundo estado a entrar na união.

Alabama declarou sua separação em janeiro de 1861 e se juntou ao Estados Confederados da América. O que fez seguir a Guerra Civil Americana. O Alabama foi readmitido à união em 1865.

Colonização[editar | editar código-fonte]

Os espanhóis foram os primeiros europeus a chegarem ao Alabama, reivindicando terras para a Coroa, a partir daí a região foi batizada de a região de La Florida.

Os franceses chegaram ao alabama em 1702, fundando um acentamento nas aproximidades do Rio Mobile.

Divisão[editar | editar código-fonte]

Em 1817, o Território do Mississippi foi dividido. A porção ocidental tornou-se o estado de Mississippi, e na porção leste tornou-se o Território do Alabama.

Maioria partidária[editar | editar código-fonte]

Com a eleição de Guy Hunt como governador em 1986, o estado se tornou um dos estados mais republicanos do país, enquanto o Partido Democrata ainda domina e assembleias legislativas.[1] [2]

Referências

  1. Bullock, Charles S.; Mark J. Rozell. The New Politics of the Old South: An Introduction to Southern Politics. [S.l.]: Rowman & Littlefield, 2006. p. 89. ISBN 9780742553446
  2. Bullock and Rozell, The New Politics of the Old South, 87.
Ícone de esboço Este artigo sobre História dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.