Igreja de Santiago (Torres Novas)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.

A Igreja de Santiago é uma igreja da cidade de Torres Novas, Portugal. Encontra-se localizada no início da Rua Miguel de Arnide. foi construída no reinado de D. Sancho I e terá substituído uma pequena ermida mandada edificar por D. Afonso Henriques aquando da tomada do castelo aos mouros. Realce para o interior, com azulejos, talha dourada e pinturas dos séculos XVII e XVIII. Foi aqui que se realizaram as cortes de 1438.[1]

Assim, pensa-se que D. Afonso Henriques, em 1148, mandou construir uma capela neste local em honra de Santiago, mais tarde, em 1203, D. Sancho I terá construída.

O templo tem uma só nave com quarto capelas laterais, as paredes são revestidas com azulejo do século XVII, podem-se ainda observar duas pias de água-benta quinhentistas e um púlpito de talha dourada renascentistas. A capela-mor de abobada de berço, está enriquecida com altar e retábulo de talha dourada, setecentistas. A capela alusiva ao Senhor Jesus dos Lavradores[2] é a mais apreciada pelos críticos de arte.[3]

A actual sacristia que, formou em tempos parte integral da primitiva capela de Santiago, tem um fresco onde figura a aparição de Santiago aquando o cerco a Coimbra em 1058, pelo rei de Leão e Castela.

Referências

  1. Fundação de Torres Novas CM Torres Novas. Visitado em 12 de Novembro de 2013.
  2. Igreja de Santiago (Torres Novas) Infopédia. Visitado em 12 de Novembro de 2013.
  3. Igreja de Santiago CM Torres Novas. Visitado em 12 de Novembro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.