Inovação social

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Inovação social é um termo que se refere a novas estratégias, conceitos e organizações que atendem a necessidades sociais de todos tipos -- das condições de trabalho e educação até desenvolvimento de comunidades e saúde -- que desenvolvem e fortalecem a sociedade civil.

Ao longo dos anos, o termo inovação social desenvolveu vários significados diferentes, mas similares. Ele pode ser usado para se referir a processos sociais de inovação, tais como os métodos e técnicas do código aberto. Além disso, pode se referir às inovações que tenham um propósito social, como microcrédito e educação à distância. O conceito pode também se aproximar do empreendedorismo social (oempreendedorismo não é necessariamente inovador, mas pode ser uma forma de inovação). E também se aproxima da inovação nas políticas públicas e na governança. A inovação social pode ocorrer dentro do governo, dentro das organizações com fins lucrativos, ou naquelas sem fins lucrativos. Contudo, hoje a inovação social está ocorrendo mais eficazmente no espaço entre os três setores. Pesquisas recentes se focaram nos diferentes tipos de plataformas necessários para facilitar a inovação colaborativa entre setores [1] Atualmente, a inovação social está se tornando crescentemente importante na academia, em particular na discussão de seus conceitos teóricos [2] .


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Nambisan, S. "Platforms for Collaboration", Stanford Social Innovation Review, Summer 2009.
  2. Howaldt, J./ Schwarz, M. "Social Innovation: Concepts, research fields and international trends", IMO international monitoring, 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre sociologia ou um sociólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.