Ismail ibn Hammad al-Jawhari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ismail ibn Hammad al-Jawhari (morto c. 1003–1010) foi um sábio e lexicógrafo turco muçulmano de Farab. Estudou árabe em Hijaz, mudando-se para Nishapur, onde começou a escrever seu livro al-Sihah. Em 1729, a obra foi traduzida para turco, sendo o primeiro livro impresso em papel usando a prensa móvel de Ibrahim Muteferrika na era Otomana.[1]

De acordo com registros históricos, Jawhari tentou voar usando duas asas de madeira e uma corda. Ele pulou do teto de uma mesquita em Nishapur e flutuou por algum tempo, antes de adentrar em uma queda mortal. Outros estudiosos, no entanto, afirmam que ele simplesmente caiu do telhado de sua casa por acidente.[1]

Referências

  1. a b The Cambridge history of Arabic literature: Religion, learning and science in the Abbasid period, pág. 180 - Alfred Felix Landon Beeston, M. J. L. Young, J. D. Latham, Robert Bertram Serjeant - Cambridge University Press, 1990 - ISBN 9780521327633
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.