Jaicós

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Jaicós
"Terra do Galo"

Vista parcial de Jaicós
Bandeira de Jaicós
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 21 de Fevereiro
Fundação 21 de Fevereiro de 1834
Gentílico jaicoense
Prefeito(a) Waldelina Sales de Morais Soares Crisanto (PRB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Jaicós
Localização de Jaicós no Piauí
Jaicós está localizado em: Brasil
Jaicós
Localização de Jaicós no Brasil
07° 21' 32" S 41° 08' 16" O07° 21' 32" S 41° 08' 16" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Sudeste Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião Alto Médio Canindé IBGE/2010 [2]
Municípios limítrofes NORTE: Campo Grande do Piauí, Francisco Santos;

SUL: Patos do Piauí e Massapê LESTE: Belém do Piauí, Padre Marcos e Massapê OESTE:Itainópolis e Geminiano.

Distância até a capital 379 km
Características geográficas
Área 865 144 km² [3]
População 18 501 hab. IBGE/2010[4]
Densidade O denominador (divisor) tem que ser um número! hab./km²
Altitude 280 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0 524 muito alto PNUD/2000 [5]
PIB R$ 59 042,889 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 423 970 IBGE/2008[6]
Página oficial

Jaicós é um município brasileiro do estado do Piauí.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros dados sobre Jaicós datam de 1731, numa aldeia de Índios chamados Icós, cuja tribo tinha como cacique um senhor chamado Jacó ou Jaicó, daí o nome da referida cidade. Ao longo do tempo foi ganhando habitantes, pessoas de outras partes do estado e do país. Conseguiu sua emancipação política em 21 de fevereiro de 1834, possui personagens históricos como Padre Marcos de Araújo Costa, nascido na comunidade Paulista, atual município de Paulistana, na época pertencente ao território de Jaicós (fundador da Igreja de Nossa Senhora das Mercês em 1837), Aristides Mendes de Carvalho]], Marechal Antônio Alves Feitosa Filho, Valdemar de Moura Ramos, Constâncio Carvalho, Alberto Luz e Humberto Reis da Silveira.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 07º21'33" sul e a uma longitude 41º08'16" oeste, estando a uma altitude de 280 metros. Sua população estimada em 2013 segundo o IBGE é de 18.501 habitantes.

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Centro
  • Serranóplis
  • Nova Olinda
  • Armínio José de Sousa
  • Bonsucesso
  • Nossa Senhora das Mercês
  • João Melé
  • Bela Vista
  • Cohab
  • Pedrinhas
  • Matadouro

Filhos Ilustres[editar | editar código-fonte]

  • Afonso Teles Coutinho - Advogado e Procurador Aposentado do Poder Legislativo do Piauí, onde exerceu as funções dos cargos de diretor legislativo, administrativo, geral e Procurador Geral da Procuradoria daquele Poder. Foi conselheiro e Presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB-PI - Seccional Piauí, bem como membro do Ministério Público do Estado, tendo sido promotor de Justiça de Piripiri-PI, de onde pediu exoneração para se dedicar ao exercício da advocacia.
  • Alberto Bessa Luz - foi um dos políticos mais influentes do Piauí, sobretudo no governo do parnaibano Chagas Rodrigues, tendo sido secretário de Estado, deputado estadual e deputado federal, dentre seus filhos teve dois advogados, Agatângelo Neiva Luz e Inácio Neiva Luz; também dentre seus genros, tem o advogado e professor doutor em direito penal, Ademar Gonçalves Bastos.
  • Álvaro dos Santos Pacheco - é empresário, jornalista e político brasileiro, Exerceu em duas oportunidades o mandato de senador pelo estado do Piauí na qualidade de primeiro suplente de Hugo Napoleão. Escritor com 20 livros publicados de alta qualidade literária e invenção poética, Álvaro Pacheco representa o melhor da poesia brasileira contemporânea. A escritora Rachel de Queiroz destacou que a poesia de Álvaro Pacheco é uma flor que se arranca da terra já dentro da geometria impecável da sua lapidação. Álvaro Pacheco quando jovem escreveu para o Jornal do Brasil, para a revista Manchete e O Cruzeiro. Recebeu o Prêmio Nacional de Literatura do PEN Clube do Brasil, o Prêmio Cecília Meireles da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro e a comenda da Ordem do Rio Branco, a maior honraria política da república brasileira. Álvaro Pacheco pertence a Academia Piauiense de Letras, ao PEN Clube do Brasil e ao Conselho Federal de Cultura. Como político, foi senador e deputado federal. Atualmente vive no Rio de Janeiro, onde exerceu a advocacia bem como produziu cinema com a Artenova Filmes e a Ariel Cinematográfica, ambas de sua propriedade. Estreou na poesia com OS INSTANTES E OS GESTOS, em 1958. Escreveu outros importantes livros como A FORÇA HUMANA (1970), BALADA DO NADADOR DO INFINITO (1984) e VASO ETRUSCO(2003).
  • Marechal Alves Filho - Primeiro aviador brevetado do Piauí.
  • Humberto Reis da Silveira - Deputado estadual por mais de 50 anos, Foi Presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Piauí, sendo o principal representante de sua região no Estado do Piauí. Foi o primeiro Secretário de Estado da Justiça do Piauí, na década de 80, no governo Hugo Napoleão.
  • Jacinto Teles Coutinho - Agente Penitenciário, Advogado (aprovado no V Exame Nacional da OAB em Direito Constitucional). Exerceu o mandato de Vereador de Teresina por dois períodos - entre 2002 a 2008 (foi presidente das Comissões de Legislação Participativa e de Direitos Humanos), Sócio Fundador e ex-Presidente do SINPOLJUSPI, ex-Presidente da FENEPOL - Federação Nordestina dos Policiais Civis, foi Diretor de Segurança Pública e do Departamento Jurídico da COBRAPOL - Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis, foi Conselheiro Penitenciário do Piauí (2005-2013), atualmente é Presidente da AGEPEN-PI - Associação Geral do Pessoal Penitenciário do Estado do Piauí.
  • José Solon de Souza - Solon Reis - Médico (Titular da Sociedade Brasileira de Urologia), Escritor (Titular da Academia de Letras da Região de Picos, Compositor (Titular da Ordem dos Músicos do Brasil).
  • Vicente Leal de Araújo - Ministro Aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), jurista brasileiro. Atualmente advogado em Brasília/DF. Iniciou a carreira pública como Oficial da PM do Ceará, juiz de direito do mesmo estado e posteriormente aprovado em primeiro lugar para o concorrido cargo de juiz federal.

Cultura[editar | editar código-fonte]

A cidade de Jaicós é considerada no Piauí o berço da educação, foi através do padre Marcos de Araújo Costa, que fundou o primeiro colégio na fazenda Boa esperança, hoje cidade de Padre Marcos. O primeiro colégio cenecista foi na cidade de Jaicós e teve influência direta de Felipe Tiago Gomes, idealizador da CNEC (Campanha Nacional de Escolas da Comunidade) e de Alberto Bessa Luz, jaicoense de atuação destacada no cenário político de sua época, principalmente no governo de Chagas Rodrigues, em que foi secretário de Estado por mais de uma oportunidade, sendo também deputado estadual e deputado federal. A cidade também tem seu destaque no que se refere à música. Uma das melhores bandas de música nos anos 40 era de Jaicós, nos anos 60 teve um grupo musical por nome Inocentes, que muito sucesso alcançou nos estados do nordeste, assim como uma Roda de Samba por nome de Sambatuk-Show, idealizada pelo jornalista político e músico Ivo Farias de Oliveira, em parceria com o Cantor David Mendes e Flávio José da Silveira. A Banda foi criada em meados dos anos 80, sendo referência musical no cenário nordestino até o ano de 1994. Um município berço da educação e cultura, tem como destaque educacional o Padre Marcos de Araújo Costa e o Padre Mariano ( ambos in memoriam) entre outros. No cenário da música tem destaque o acordionista Chambinho do Acordeon, o violonista Ivo Farias de Oliveira, o maestro Isael Veloso, o compositor José solon de Sousa e os cantores Beeco (in memoriam) e David Mendes. O município tem no DNA a música, um grande plantel se destaca neste cenário que anima as noites de festas da cidade.

Referências

  1. Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas IBGE_DTB_2010
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.