Jean de Beaumetz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jean de Beaumetz, nasceu em data desconhecida (1335 ?) em Beaumetz-les-Loges. Falecido em 1396 em Dijon. Foi um pintor francês do século XIV, que trabalhou para o Duque de Borgonha, Philippe le Hardi.

Vida[editar | editar código-fonte]

Trabalhou em Paris e Valenciennes, depois foi pintor do Duque de Borgonha (cerca de 1376) sucedendo à Jean d`Arbois. Trabalhou no palácio ducal e na Sainte-Chapelle de Dijon, antes de se ver na direção do atelier de pintura sob o prestigioso canteiro de Champmol 1 . Sob o comando do Duque de Borgonha, em 1386, realizou muitos trabalhos destinados à Igreja e uma série de painéis sobre bosques em aquarela, que serviram de decoração de vinte e seis células do grande claustro 2 . Desta série não restam mais do que dois painéis conservados no Museu de Dijon, atribuídos às vezes, ao pintor 3 , às vezes a membros de seu atelier 4 .

Com o arquiteto Drouet de Dammartin e o escultor Claus Sluter, igualmente implicados na construção do claustro, participou da decoração de outros edifícios ducais: os castelos de Germolles, Rouvres e d'Argilly.

Com a sua morte, em 1396, teve suas funções repostas por Jean Malouel.

Obra[editar | editar código-fonte]

Pinturas de lirismo delicado, exemplo da arte aristocrática de sua época, a obra de Beaumetz mostra o esplendor do mecenato borgonhês e o grau de sofisticação de sua pintura no Norte da Europa durante o século XIV.

  • Christ en croix avec un chartreux en prière (entre 1390 e 1395), Museu de Cleveland, Ohio.
  • Christ en croix avec un chartreux en prière (entre 1389 e 1395), Museu do Louvre, Paris .

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. The Cultural Landscape of Burgundy — elsewhereonline.com.au
  2. a, b, c et d « Princes mécènes » Maïna Masson, Conservateur du patrimoine, página consultada em 25/04/2008
  3. a, b, c et d « Princes mécènes » Maïna Masson, Conservateur du patrimoine, página consultada em 25/04/2008
  4. La Tribune de l'art [archive] Didier Rykner : Exposition L'art à la cour de Bourgogne (2004), página consultada em 25/04/2008