Valenciennes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde fevereiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Valenciennes
—  Comuna francesa França  —
Fachada da Prefeitura
Fachada da Prefeitura
Brasão de armas de Valenciennes
Brasão de armas
Valenciennes está localizado em: França
Valenciennes
Localização de Valenciennes na França
50° 21' 29" N 3° 31' 24" E
País  França
Área
 - Total 13,84 km²
Altitude 42 m (138 pés)
População (2010)[1]
 - Total 43 335
    • Densidade 3 131,1/km2 
Gentílico: valenciennois
Código Postal 59300
Código INSEE 59606

Valenciennes (em neerlandês: Valencijn; em latim: Valentianae) é uma cidade e comuna do norte da França, no departamento de Nord, junto ao rio Escalda. Em 2010 a comuna tinha 43 335 habitantes (densidade: 3 131,1 hab./km²).[1] A sua região metropolitana tinha 399 677 habitantes em 1999.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira menção de Valenciennes consta em um documento lavrado no ano de 693 e assinado por Clóvis II. No século IX a região sofreu investidas dos normandos. Durante o período Carolíngio a cidade desenvolveu-se. Em 1008 uma peste foi subsequente a uma terrível escassez frumentária assolou a região.

No século XIV, a Torre de Dodenne foi construída. No século XV, o Condado de Hainaut, Valenciennes inclusa, se tornou parte das senhorias do duque de Borgonha. Em 1524, enquanto da Guerra Italiana, o Imperador Carlos V do Sacro Império, senhor de Hainaut, acampou perto da cidade. Com suas manufaturas de lã e linho finos, a cidade era então economicamente forte.

Por volta de 1560 Valenciennes tornou-se um dos primeiros centros calvinistas. Em 1562 ali ocorreu o primeiro ato de resistência à perseguição religiosa nos Países Baixos, quando uma multidão soltou alguns protestantes condenados a ser executados na estaca. Em 1580 o controle da cidade, até então um reduto seguro para os calvinistas, foi retomado por Alessandro Farnese da qual em seguido o protestantismo foi erradicado.

Pelo Tratado de Nijmegen, o controle de Valenciennes (1678) com a circunvizinha parte sul do Condado de Hainault passaram à França, dividindo o antigo Condado ao meio. Logo depois disso Vauban visitou a cidade na sua missão por fortalecer as fronteiras setentrionais do reino da França.

A partir do dia 23 de maio 1793, durante a revolução francesa, a cidade defendida por 9 000 homens foi sitiada por 150 000 de exercitos Austríacos et Britânicos et tomada no dia 28 de julho do mesmo ano.

Economia[editar | editar código-fonte]

Valenciennes é historicamente famosa por sua tecelagem em e linho. Até os anos setenta, as indústrias principais eram do aço e a têxtil. Desde então estas atividades declinaram, e as atividades focalizaram principalmente a produção de automóveis. Em 2001 a Toyota construiu ali a sua linha de montagem do Toyota Yaris na Europa Ocidental. Por conta disso, o desemprego, que era particularmente alto na região, encontra-se abaixo da média nacional.

Sistema de transportes públicos[editar | editar código-fonte]

linha férrea de Valenciennes - estação da Université.

Uma linha de trens urbanos foi posta em serviço desde 3 de julho de 2006. Possui uma extensão de 9,5 km, e atravessa cinco comunas na área metropolitana de Valenciennes, tendo custado 242,75 milhões de Euros.

Administração[editar | editar código-fonte]

Valenciennes é uma sub-prefeitura do departamento Nord.

Prefeitos desde 1947[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • O habitantes são chamados valenciennois.
  • O modo popular de tomar café ali é cobrindo-o com chantili. Este modo de beber chama-se, então, "café valenciennes."

Monumentos e atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

Museu de Belas Artes de Valenciennes.

A Linha Hindenburg passava por Valenciennes durante a I Guerra Mundial, o que levou-a a grande destruição. Valenciennes foi novamente quase totalmente destruída durante a II Guerra, sendo então reconstruída.

Alguns monumentos sobreviventes:

  • A fachada da prefeitura, que sobreviveu aos bombardeios da guerra.
  • Notre-Dame du Saint-Cordon, alvo de peregrinação anual.
  • La Maison Espagnole, remanescente da ocupação espanhola, terminada em 1678.
  • A Torre Dodenne, parte remanescente das fortificações medievais que Carlos V mandou destruir.

Pessoas nascidas em Valenciennes[editar | editar código-fonte]

Cidades gêmeas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Valenciennes

Referências

  1. a b Populations légales des communes en vigueur au 1er janvier 2013 (em francês). www.insee.fr. INSEE (dezembro de 2012). Página visitada em 3 de abril de 2013.