Linha Hindenburg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Linha Hindenburg em Bullecourt, vista do céu em 1920.

A Linha Hindenburg (também conhecida como Linha Siegfried) foi um vasto sistema de defesa ao nordeste da França durante a Primeira Guerra Mundial, construído pelos alemães durante o inverno de 1916 para 1917. A linha estendia-se de Lens a Verdun.

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

A decisão de se construir a linha partiu do Marechal de campo Paul von Hindenburg e do General Erich Ludendorff, os quais estavam á frente do esforço de guerra alemão, em agosto de 1916, durante o estágio final da Batalha de Somme. A linha cruzava as rochas salientes da frente alemã, e então, abrigando-se nessas fortificações o exército alemão estaria resumindo à sua frente. O tamanho total do front foi reduzido em 50 km possibilitando aos alemães liberar 13 divisões para serviço na reserva.[1] O entrincheiramento da linha começou em fevereiro de 1917, e o território entre o velho front e a nova linha foi devastado pela tática alemã terra queimada.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Perspectiva aérea no mapa mostrando os vários sistemas.

As fortificações incluem bunkers de concreto e metralhadoras fixas, pesadas malhas de arame farpado, túneis para tropas, profundas trincheiras, clareiras e postos de comando. Numa distância de 1 km do front das fortificações, era uma magra linha de postos avançados, que servem com propósitos comparáveis aos de escaramuçadores: tornando lento e rompendo o avanço inimigo. Além disso, vilarejos no front dos postos foram por vezes fortificados e usados como reforços para as defesas principais.

A linha foi subdividida em cinco áreas, nomeadas de norte a sul:.[2]

(Nota: Havia uma extensão de "Hunding Stellung" do sul para Verdun para Metz, chamado o "Michel Stellung".)

Dessas áreas, Siegfried Stellung foi considerada a mais forte.

O comando alemão acreditou que a nova linha era intransponível. Entretanto, foi temporariamente quebrada pela Batalha de Cambrai (1917) pelas forças Britânicas e Canadenses, incluindo tanques, e foi quebrada várias vezes durante a ofensiva dos 100 dias em setembro de 1918.

Referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Linha Hindenburg
  1. Gilbert, Martin. The First World War (1994), chapter 16: "The intensification of the war".
  2. Herwig, Holger H. The First World War: German and Austria-Hungary 1914-1918 (1999), pages 250 to 251.
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Hindenburg Line».
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.