Jenette Kahn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jenette Kahn
Retrato de Kahn por Michael Netzer
Nascimento 1948 (66 anos)

Jenette Kahn (1948) é uma editora e executiva americana. Kahn começou a trabalhar para a DC Comics em 1976[1] e em 1981 se tornou Presidente da editora[2] . Em 1989, assumiu também a função de editora-chefe, que acumulou com a de Presidente[3] até 2002, quando desligou-se da empresa[4] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jenette Kahn cresceu na Pennsylvania. Seu pai era um rabino e tanto ele quanto sua mãe incentivavam a leitura de quadrinhos. Após se formar em História da Arte na Universidade de Harvard, Kahn fundou três notórias publicações da década de 1970. A primeira delas, a revista Kids, era integralmente escrita por e para crianças[5] [6]

Para a Scholastic Inc., Kahn criou a revista Dynamite!, que se tornou a mais bem-sucedida publicação da história da empresa, inspirando o lançamento de periódicos similares, como as revistas WOW e Bananas. Na sequência, Kahn colaborou com a Xerox Education Publications no lançamento da revista Smash[6] .

DC Comics[editar | editar código-fonte]

Em 1976, com apenas 28 anos, Kahn se tornou publisher da DC Comics[5] e em fevereiro de 1981 foi promovida à Presidente[7] [8] [2] — sendo a pessoa mais jovem e a primeira mulher a assumir esse cargo.

Ao lado do editor vice-diretor executivo da companhia, o escritor Paul Levitz[5] e do editor Dick Giordano, ela foi responsável pela revitalização da empresa durante o final da década de 1970 e por toda a década de 1980. Kahn rebatizou a editora como "DC Comics" - até então ela era chamada de "National Periodical" - e encomendou a logomarca "DC Bullet", que seria usada pela editora até 2005[9] [10]

Kahn supervisionou Karen Berger quando esta fundou o selo editorial Vertigo em 1993 - onde foram publicadas revistas de temática mais alternativa, e cuja presença dentre os indicados às premiações americanas se tornou corriqueira desde então[11] [5] - bem como esteve envolvida na criação da linha de revistas "Milestone Media", fundada para publicar revistas centradas em personagens pertencentes à minorias. Foi ali que surgiriam alguns dos mais proeminentes personagens afro-americanos da editora, como o super-herói Static, que anos mais tarde seria adaptado para a televisão na série Super Choque.

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Levitz, p. 452
  2. a b Levitz p. 455
  3. Levitz p. 567
  4. Levitz p. 638
  5. a b c d Jennifer Contino. "A Chat with Kahn," Sequential Tart vol. 4, #5 (Maio de 2001).
  6. a b Kahn, Jenette. "And Now... We Interrupt this Comic to Bring You a Word from Your New Publisher..." Our Fighting Forces #172 (Mar./Apr. 1977).
  7. "Executive Shifts at DC" Amazing Heroes #1 (June 1981) p. 25
  8. "Harrison Retires from DC Presidency" Amazing Heroes #1 (June 1981) pp. 31-32
  9. Kahn, Jenette. "And Now... Still Another Message of Untold Importance from our Prolific Publisher!!" Superman #310 (April 1977).
  10. Jota Silvestre. (Setembro/Outubro de 2010). "Dossiê 75 Anos de DC Comics. Anos 1970: Tempos modernos". Revista Mundo dos Super-Heróis (23): 14-15. ISSN 9771980523001.
  11. Mauricio Muniz. (Novembro/Dezembro de 2009). "Revolução Vertiginosa". Revista Mundo dos Super-Heróis (19): 78-85. ISSN 9771980523001.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Banda desenhada da DC Comics é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.