Jenny von Westphalen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Johanna "Jenny" von Westphalen
Jenny von Westphalen, c. 1830
Nascimento 12 de fevereiro de 1814
Salzwedel, Alemanha
Morte 2 de dezembro de 1881 (67 anos)
Londres, Inglaterra
Nacionalidade Alemanha alemã

Johanna Bertha Julie von Westphalen, conhecida como Jenny von Westphalen ou Jenny Marx (Salzwedel, 12 de fevereiro 1814Londres, 2 de dezembro 1881), foi esposa de Karl Marx, filha de Johann Ludwig, Barão von Westphalen, professor na Friedrich-Wilhelm-Universität de Berlim.

Jenny e Karl se casaram em 1843 e tiveram sete filhos:

  • Jenny Caroline (1844-1883)
  • Jenny Laura (1846-1911)
  • Edgar (1847-1855)
  • Henry Edward Guy ("Guido"; 1849-1850)
  • Jenny Eveline Frances ("Franziska"; 1851-1852)
  • Jenny Julia Eleanor (1855-1898)

O sétimo filho morreu logo depois do nascimento, em julho de 1857.

Jenny e Karl trabalharam juntos. Ele escrevia e ela transcrevia seus manuscritos.

Quatro meses após a morte de Jenny, Marx escreveu a Engels: "Você sabe que há poucas pessoas mais avessas ao patético-demonstrativo do que eu; contudo, seria uma mentira não confessar que grande parte do meu pensamento está absorvida pela recordação de minha mulher, boa parte da melhor parte da minha vida". Marx morreu pouco mais de um ano depois dela. Segundo seus biógrafos, a tristeza causada pela perda de sua companheira de quase 40 anos e também da filha mais velha, Jenny Caroline, debilitou sua saúde e abreviou sua existência.[1]

Referências

  1. Marx enamorado. Por Carlos Pompe.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.