John Galt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
John Galt
Personagem de A Revolta de Atlas
Origem Americano
Sexo Masculino
Espécie Humano
Actividade(s) Engenheiro, Inventor, Filósofo
Criado por Ayn Rand
Época(s) Século XX
Projecto Literatura  · Portal Literatura

John Galt é um personagem do romance A Revolta de Atlas (1957) da escritora russo-americana Ayn Rand. Ele não é identificado até o terceiro volume do romance, sendo objeto de uma pergunta feita diversas vezes ao longo do livro "Quem é John Galt?".

Galt é conhecido por ser um filósofo e inventor que acredita no poder e na glória da mente humana e no direito do indivíduo usá-la a seu favor. Ele é mais que um mero personagem: é um ideal. Os valores que permeiam John Galt levam a um incentivo do trabalho que cada indivíduo pode desempenhar, com suas próprias forças, para melhorar tanto a sua vida quanto a do que os rodeiam, ainda que indiretamente. John Galt prega o poder de superação, ante os obstáculos que a vida muitas vezes oferece.

Assim, o ideal John Galt não se identifica com um único indivíduo, mas sim com todos aqueles que trilham o seu caminho na procura da realização de seus mais profundos sonhos, buscando, sempre, ultrapassar as barreiras porventura surgidas a fim de que não sejam impedidas de continuar sua caminhada.

"Quem é John Galt?"[editar | editar código-fonte]

A frase "Who Is John Galt" pichada no muro

A expressão "Quem é John Galt?", que inicia o livro, torna-se uma expressão de impotência e desespero com o estado atual do mundo ficcional do romance. Antes de encontrar o verdadeiro John Galt, Dagny Taggart ouve diversas lendas a respeito dele. Em uma delas, Galt procura a ilha perdida de Atlântida. Numa outra ele descobre a Fonte da Juventude. Depois de se juntar à causa, ela descobre que as histórias tinham um pouco de verdade.

Dagny Taggart nomeia a sua linha férrea de Colorado de "Linha John Galt", o que surpreende muitas pessoas. Quando perguntam a ela "Quem é John Galt?", ela responde: "Nós somos!"

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Livro A Revolta de Atlas.