José Luis de Jesús Miranda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

José Luis de Jesús Miranda (Ponce, 22 de abril de 1946 - Miami, 16 de novembro de 2013) foi um líder religioso porto-riquenho, fundador da Creciendo en Gracia (Growing In Grace International Ministry, Inc.), um movimento que afirma ensinar a "doutrina da Graça". Ele afirmava ser Jesus Cristo e também o Anticristo, e possuir uma tatuagem do número "666" em seu antebraço.[1] Ele se autodenominava como "Jesucristo Hombre"[2] [3] .

A sua igreja proclama-se o “Governo de Deus na Terra” e possui um símbolo similar ao dos Estados Unidos.

Afirmava ser o anticristo, mandava os seguidores tatuarem o ‘número da besta’ (666) no corpo. Ao contrário do que se possa pensar, é cada vez mais popular. O '666' tatuado é associado ao mal, mas segundo José Luis, é um mal-entendido. Deus disse que o 'anticristo' é a melhor pessoa na Terra. O anticristo significa que não deve olhar para Jesus Cristo pois ele não era cristão.

Morte[editar | editar código-fonte]

José Luis de Jesús Miranda morreu de ataque cardíaco em 16 de Novembro de 2013 na cidade de Miami. Ele foi enterrado em 22 de Novembro de 2013 em uma cerimônia privada com a participação de familiares e assistentes próximos.[4] Seguidores concederam o título de Melquisedeque após sua morte.[5]

Referências

  1. He Calls Himself God. MSNBC (February 5, 2007). Página visitada em 2007-02-22.
  2. 'Scarborough Country' for August 25. MSNBC (August 28, 2006). Página visitada em 2007-02-22.
  3. The Man Who Claims To Be Jesus. CBS 4 (September 12, 2006). Página visitada em 2007-02-22.
  4. Muere Jose Luis de Jesus Miranda. Acontecer Cristiano (2013-11-29). Página visitada em 2013-12-14.
  5. Melquisedec: Rey de Gloria. Creciendo en Gracia Official Site (2013-12-14).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]