José Luis de Jesús Miranda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

José Luis de Jesús Miranda (Ponce, 22 de abril de 1946 - Miami, 8 de agosto de 2013) foi um líder religioso porto-riquenho, fundador da Creciendo en Gracia (Growing In Grace International Ministry, Inc.), um movimento que afirma ensinar a "doutrina da Graça". Ele afirmava ser Jesus Cristo e também o Anticristo, e possuir uma tatuagem do número "666" em seu antebraço.[1] Ele se autodenominava como "Jesucristo Hombre" (que significa "Jesus Cristo Homem").[2] [3]

A sua igreja proclama-se o “Governo de Deus na Terra” e possui um símbolo similar ao dos Estados Unidos. José afirmava ter mais de 100 mil seguidores devotos pelo mundo.[carece de fontes?]

Afirmava ser o anticristo, mandava os seguidores tatuarem o ‘número da besta’ (666) no corpo. Ao contrário do que se possa pensar, é cada vez mais popular. O '666' tatuado é associado ao mal, mas segundo José Luis, é um mal-entendido. Deus disse que o 'anticristo' é a melhor pessoa na Terra. O anticristo significa que não deve olhar para Jesus Cristo pois ele não era cristão.

Morte[editar | editar código-fonte]

José Luis de Jesús Miranda morreu de ataque cardíaco em 8 de agosto de 2013 na cidade de Miami. Ele foi enterrado em 22 de Novembro de 2013 em uma cerimônia privada com a participação de familiares e assistentes próximos.[4] Seguidores concederam o título de Melquisedeque após sua morte.[5]

Referências

  1. He Calls Himself God MSNBC. Visitado em 22 de fevereiro de 2007.
  2. 'Scarborough Country' for August 25 MSNBC (August 28, 2006). Visitado em 2007-02-22.
  3. The Man Who Claims To Be Jesus CBS 4. Visitado em 22 de fevereiro de 2007.
  4. Ex-Wife of Man Claiming to Be 'Immortal Jesus Christ' Confirms His Death ChristianPost.com. Visitado em 30 de dezembro de 2014.
  5. Melquisedec: Rey de Gloria Creciendo en Gracia Official Site (2013-12-14).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]