Kevin Lynch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Kevin Andrew Lynch (1918, Chicago, Illinois1984, Martha's Vineyard, Massachusetts, EUA) foi um urbanista e escritor.

Lynch estudou na Yale University, no estúdio Taliesin (com Frank Lloyd Wright e no Instituto Politécnico Rensselaer. Graduou-se em planejamento urbano pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) em 1947. Começou a lecionar no MIT no ano seguinte, tornou-se professor assistente em 1949 e professor em 1963.

Sua importante contribuição ao planejamento urbano se deu através de pesquisas empíricas sobre como os indivíduos observam, percebem e transitam na paisagem urbana. Seus livros exploram questões tais como a presença do tempo e da história no ambiente urbano, como os ambientes urbanos afetam as crianças ou como aguçar a percepção humana acerca da forma física das cidades e regiões, constituindo assim uma base conceitual para um bom desenho urbano.

O seu livro mais famoso A Imagem da Cidade, publicado em 1960, resultou de cinco anos de estudos sobre o modo pelo qual as pessoas percebem e organizam informações aleatórias quando trafegam pelo espaço urbano. Usando três cidades como exemplo (Boston, Jersey City e Los Angeles), Lynch observou que as pessoas geralmente entendem a cidade ao seu redor de maneira consistente e previsível, formando mapas mentais com cinco elementos principais:

  • Vias: as as ruas, calçadas, ferrovias, entre outros caminhos;
  • Limites: são os contornos perceptíveis, tais como muros, construções e a costa;
  • Bairros: são seções relativamente grandes da cidade, distintas por alguma característica que as identifica;
  • Pontos nodais: pontos de convergência de pessoas, tais como cruzamentos ou praças;
  • Marcos: objetos peculiares que podem servir como ponto de referência.

A Imagem da Cidade teve uma importante e durável influência no planejamento urbano, na arquitetura e na psicologia ambiental.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]