Lago Dauphin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lago Dauphin
Localização
Coordenadas 51° 15′ N 99° 45′ W
País  Canadá
Características
Área * 520 km²
Bacia hidrográfica 8400 Km
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.

O lago Dauphin é um lago que se localiza no oeste de Manitoba perto da cidade de Dauphin, Canadá.

Descrição[editar | editar código-fonte]

O nome deste lago foi atribuído por François de La Verendrye, em homenagem do herdeiro do trono francês em 1739.

O lago tem uma área de 520 km2/ e tem uma bacia de drenagem de cerca de 3.250 milhas quadradas (8,400 km2). É o Rio Mossey que precede à drenagem das águas do lago, sendo a bacia drenada por sete linhas principais de escorrência, que apresentam um declive médio de 1.900 pés (580 m)[1] .

Este lago está localizado dentro do território de três municípios rurais, que por ordem decrescente de área são o Município Rural do Rio Ochre, o Município Rural de Dauphin, e o Município Rural do Rio Mossey.

Vários esforços foram feitos para controlar os níveis das águas do lago no século XX. Em 1964, procedeu-se à construção da Barragem Mossey, no rio Mossey, construída próximo a Terin na foz do lago.

Existe uma estrutura em betão que permite o transito dos peixes migratórios entre o curso normal do rio o lago criado pela barragem, de modo que estes possam seguir o seu percurso de desova. Uma das funções da barragem é controlar o fluxo de saída das águas, para quando em condições de seca, os níveis baixam em excesso.

O Regulamento das águas do lago é no entanto difícil, dado que as condições podem mudar muito rapidamente. Por exemplo, uma chuva forte ocorrida no dia 4 de junho de 1947 produziu um influxo de pico estimado de 1700 m3/s. Em níveis normais, o rio Mossey tem cerca de 14 m<aup>3/s).

O lago fornece boas oportunidades recreativas, sendo a pesca a mais popular no inverno e no verão o acampamento. As margens do lago tem também muitas praias e muitas casas particulares.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hind, Henry Youle (1860). Narrativa do Rio Vermelho canadense Expedição Exploratória de 1857 . Londres: Longmans.
  • Thomson, David (1916). Narrative David Thompson de suas explorações no Oeste da América . Toronto: Champlain Society.

Referências