Lagoa Mangueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lagoa Mangueira
Localização
Localização Santa Vitória do Palmar
País  Brasil
Localidades mais próximas Rio Grande (norte), Chuí (sul)
Características
Área * 800[1]  km²
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.

A Lagoa Mangueira é uma lagoa brasileira localizada no estado do Rio Grande do Sul, sul do Brasil.

A Lagoa Mangueira tem 123 quilômetros de extensão e uma área total de 800 quilômetros quadrados. Está situada no município de Santa Vitória do Palmar. Fica a mais de 500 quilômetros da capital gaúcha, Porto Alegre, quase na fronteira com o Uruguai, sem concentrações urbanas por perto. É tida como um excelente local para a prática de mergulho, pesca e esportes aquáticos. É uma das formações geológicas mais jovens da Terra, com apenas 4,5 mil anos – quem acha muito tempo, pense que antes disso os faraós já reinavam no Egito.

O sobe-e-desce das águas do Atlântico, com as sucessivas glaciações do planeta, foi acumulando sedimentos e formando a planície costeira gaúcha. Há cerca de 5,5 mil anos, no período geológico chamado de holoceno, o nível do mar era de três a cinco metros mais alto e já havia uma gigantesca área alagada separada do oceano por uma faixa de areia. À medida que as águas oceânicas foram baixando, mais sedimentos foram depositados, formando uma península de areia que fechou os canais e criou a Lagoa Mangueira.

Por já ter sido mar um dia, a Mangueira é única. Aos olhos dos poucos aventureiros e pescadores que a visitam, é uma imensidão de água doce sobre um leito repleto de conchas fósseis, povoada por peixes como a traíra e o peixe-rei e por mamíferos como a capivara. Aos olhos atentos dos pesquisadores, no entanto, ela é mais. Por ter um pH muito elevado, devido à composição do solo, a Mangueira é o lar de uma microalga benéfica para a saúde humana e capaz de absorver grande quantidade de poluentes da atmosfera.

A Lagoa Mangueira também é a residência do maior roedor do mundo: a capivara – ou capincho, como os gaúchos do extremo sul gostam de chamá-la. É comum ver grandes grupos se alimentando ou descansando nas margens. Há alguns anos, a caça indiscriminada reduziu o número de animais. Hoje, com a proibição e a mão pesada do Ibama contra os insistentes, a população está recuperada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.