Les cinq cents millions de la Bégum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os Quinhentos Milhões da Begun
Autor (es) Júlio Verne
Idioma francês
País França
Série Les voyages extraordinaires
Editora Flag of Portugal.svg RBA
Lançamento 1879
Cronologia
Último
Último
Um Herói de Quinze Anos
Les révoltés de la Bounty
Próximo
Próximo

Os Quinhentos Milhões da Begun (no original, Les cinq cents millions de la Bégum) é um romance de Júlio Verne publicado em 1879. Júlio Verne nesta obra demonstra a sua preocupação sobre a ciência nas mãos certas ou erradas, retratando duas personagem de grandes conhecimentos científicos com fundos ilimitados, mas com duas visões bastante diferentes para a sua aplicação.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Os Quinhentos Milhões da Begun, conta a história de uma herança de quinhentos milhões de francos franceses, que na época correspondia a uma quantia inimaginável onde eram raros os possuidores de uma fortuna de tais dimensões, que fora herdada, em partes iguais, pelo doutor Sarrasin, de nacionalidade francesa, e pelo professor Schultze, de nacionalidade alemã. Este último nutria um grande ódio pela França e pela raça latina.

O doutor Sarrasin era um médico visionário, que depois de ter ganho tal fortuna decidiu fundar uma cidade modelo onde a higiene e a educação seriam as bases dessa sociedade, tendo como nome France-Ville e situada nos Estados Unidos (43° 11' N 124° 41' O). Por sua vez o professor Schultze ao tomar conhecimento de tal empreendimento ameaçou o projecto do doutor e construiu uma cidade a 10 léguas de France-Ville a que deu o nome de Stahlstadt, era na realidade uma fabrica do tamanho de uma cidade que extraia ferro e construía todo o tipo de máquinas em que a sua especialidade era na balística, eram famosos pela construção das maiores maquinas de guerra.

Marcelo Bruckmann era um grande amigo da família Sarrasin e fora educado no seio desta como se fosse um filho conjuntamente com os filhos de Sarrasin, Otávio e Joana. Formara-se engenheiro e infiltrou-se em Stahlstadt, na tentativa de descobrir os planos do professor Schultze contra France-Ville.

O sistema administrativo de Stahlstadt era todo ele centralizado no professor Schultze e a única maneira de conseguir as informações necessárias era chegando ao professor, Marcelo teve de subir no seu cargo até chegar a homem de confiança do professor, o que depois de muitos meses de trabalho e demonstração do seu potencial intelectual conseguiu chegar ao topo. De tal maneira que que o professor Schultze mostrou-lhe o seu canhão monstruoso que tinha como intuito atingir France-Ville a uma distância de 10 léguas, ou seja, a partir de Stahlstadt.

Marcelo aterrorizado com tal descoberta engendrou um plano de fuga, pois tinha de avisar a sua cidade do perigo que corria e também porque ia ser executado, pois o professor não podia deixar que ninguém soubesse dos seus planos, com receio da fuga de informação. Mas Marcelo conseguiu sair da cidade e avisar France-Ville do perigo.

Toda a cidade se preparou para o ataque, e quando se deu o disparo foi de tal ordem que o projéctil saiu da atmosfera terrestre e entrou em órbita. O que Marcelo tinha previsto umas horas antes do ataque, pelos seus cálculos. Isto deu a France-Ville a oportunidade de construir uma defesa sólida para o próximo ataque.

Mas passados uns meses nada de ataque e começou a surgir a especulação de que o professor Schultze tinha desaparecido o que criou uma grande instabilidade na bolsa de São Francisco, pois todo o sistema de Stahlstadt era centralizado no professor e caso ele desaparece-se a cidade "desaparecia" também. Marcelo e Otávio foram a Stahlstadt, que já se tornara uma cidade fantasma devido ao não pagamento dos trabalhadores, tentar descobrir o que se passava com o professor Schultze, depois de muito procurarem descobriram que o professor tinha morrido congelado num acidente quando desenvolvia uma nova arma baseada em gás carbónico, num laboratório secreto. Dai ninguém saber do paradeiro do professor.

Os dois voltaram para France-Ville com a boa nova, e como o doutor Sarrasin era o herdeiro de Stahlstadt voltou a activar a fabrica em proveito de France-Ville. Acabando Marcelo por casar com Joana e pertencendo assim oficialmente à família Sarrasin.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.