Luís de Sousa Breves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Barão de Guararema.

Luís de Sousa Breves, primeiro e único barão de Guararema (Piraí, 20 de maio de 1828Além Paraíba, 1910) foi um nobre brasileiro.

Filho do comendador Luís de Sousa Breves e de Maria Pimenta Breves, casou-se com Maria Eugênia Monteiro de Barros, filha de Lucas Antônio Monteiro de Barros, barão de Santa Alda, fazendeiro em Barra Mansa, Rio de Janeiro.

Luís de Sousa Breves e seu irmão, o coronel Joaquim Luís de Sousa Breves, fundaram a cidade de São José d'Além-Paraíba, em Minas Gerais, dotando-a de todos os melhoramentos: Santa Casa de Misericórdia, Estação da estrada de ferro e alfaias para a Igreja Matriz de São José.

O Imperador D. Pedro II agraciou Luís de Sousa Breves, em 15 de junho de 1881, com o título de barão de Guararema. Morreu em Além Paraíba, estando sepultado no Cemitério da Ordem do Carmo.

O pintor Eliseu Visconti, nascido na Itália, foi trazido para o Brasil ainda menino por influência de D. Francisca de Sousa Monteiro de Barros, a Baronesa de Guararema, aluna de pintura de Vitor Meireles e que se tornaria grande incentivadora e protetora de Visconti. Em tratamento de saúde na Itália, a Baronesa convence a família de Eliseu a deixá-lo vir para o Brasil, juntamente com sua irmã Marianella. Eliseu Visconti instala-se inicialmente na Fazenda São Luís, em São José de Além Paraíba, de propriedade do Barão de Guararema.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.