Lucrécia (Roma)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Suicídio de Lucrécia, por Jörg Breu, o Velho

Lucrécia (? — 509 a.C.) foi uma lendária dama romana, filha de Espúrio Lucrécio Tricipitino, prefeito de Roma, e mulher de Lúcio Tarquínio Colatino.

Os historiadores Tito Lívio e Dionísio de Halicarnasso referem que Lucrécia foi violada por Sexto, filho de Tarquínio, o Soberbo, e que se suicidou após ter relatado este facto ao marido e ao pai e pedido vingança.

Neste drama pessoal teria estado o pretexto para o movimento que conduziu à revolução que derrubou o regime monárquico e estabeleceu a república em Roma.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bloch, Raymond. Origens de Roma. Lisboa, Verbo, 1966.
  • Montanelli, Indro. Histoire de Rome. Paris, Éditions Mondiales, 1959.