Lulu da Rocinha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Luciano Barbosa da Silva, mais conhecido como Lulu da Rocinha. Foi um criminoso brasileiro do Rio de Janeiro, responsável pelo tráfico de drogas na favela da Rocinha, de 1999 a 2004. De perfil assistencialista, e querido pela comunidade, despertava menos medo na favela, que seu antecessor, Dudu da Rocinha, que era conhecido por sua crueldade.[1]

Lulu porém acabaria traído por sua facção, o Comando Vermelho, que no dia 9 de abril de 2004, autorizou a invasão da favela por Dudu. A tentativa de invasão, deixou um rastro de mortes pela zona sul da cidade. Após dias de guerra, a polícia entrou na favela, sendo que dois dias após a ocupação da Rocinha, o traficante foi morto, depois de trocar tiros com homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Após a morte de Lulu, a quadrilha que dominava a Rocinha se dividiu, com alguns traficantes permanecendo fiéis ao Comando Vermelho e outros passando para o lado da facção Amigos dos Amigos.[2] Após um período de disputas entre os dois grupos, marcado por traições e muitas mortes de grandes chefões locais, onde permaneceu na comunidade o medo de um possível retorno do traficante Dudu, o comando da favela foi parar nas mãos do terceiro na linha sucessório de Lulu, o traficante Bem-Te-Vi.

Referências

  1. Extra (11/04/2009). Cercado pelo Bope, Lulu é morto no alto da Rocinha. Página visitada em 14/12/2011.
  2. [1]