Manicongo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações.
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
João I do Kongo, nome adoptado por Nzinga-a-Nkuwu ou Nkuwu Nzinga, primeiro manicongo a converter-se ao cristianismo c.1509, gravura de Pierre Duflos (1742-1816)

Manicongo ou Menekongo era o título dos governantes bakongos do Reino do Kongo, um reino que existiu na África, entre o Século XIV e o Século XIX.

Detalhes[editar | editar código-fonte]

O termo "Manicongo" é uma corruptela da palavra em Kikongo, "Mwene Kongo" (literalmente "senhor do Kongo"). O termo "wene" refere-se tanto ao reino como um todo, quanto à cada uma das unidades territoriais que o integravam [nota 1] . Os senhores dessas wene eram chamados de "Mwene", sendo que o Manicongo era o Mwene mais poderoso do reino, reconhecido como rei ("ntinu") pelos portugueses, desde sua chegada, em 1483.

O Manicongo residia na cidade-capital do reino [nota 2] , de onde nomeava os governadores das províncias e recolhia os impostos apropriados.

Lista de manicongos[editar | editar código-fonte]

Primeiros Reis convertidos ao cristianismo[editar | editar código-fonte]

  • Rei Nzinga-a-Nkuwu, João I (1509)
  • Rei Mvemba-a-Nzinga, Afonso I (1509-1540)
  • Rei Nkanga-a-Mvemba, Pedro I (1540-1544)
  • Rei Mpudi-a-Nzinga Mvemba, Francisco I, (1544-1546)
  • Rei Nkumbi Mpudi a Nzinga, Diogo I (1546-1561)
  • Rei Mvemba-a-Nzinga, Afonso II (1561)
  • Rei Mvemba- a-Nzinga, Bernardo I (1561-1567)
  • Rei Mpudi-a-Mvemba Nzinga, Henrique I (1567-1568)
  • Rei Mpangu-a-Nimi Lukeni lua Mvemba, Álvaro I (1568-1574)
  • Rei Mpangu-a-Nimi Lukeni lua Mvemba, Álvaro II (1574-1614)
  • Rei Mpangu-a-Nimi Lukeni lua Mvemba, Bernardo II (+1615)
  • Rei Mbika-a-Mpangu Nimi Lukeni lua Mvemba, Álvaro III (1615-1622)
  • Rei Nkanga-a-Mvika lua Ntumba-a-Mvemba, Pedro II Afonso (1622-1624)
  • Rei Mvemba-a-Nkanga Ntinu, Garcia I (1624-1626)
  • Rei Mvemba-a-Nkanga Ntinu, Ambrósio I (1626-1631)
  • Rei Mvemba-a-Nkanga Ntinu, Álvaro IV (1631-1636)
  • Rei Mvemba-a-Nkanga Ntinu, Álvaro V (1636-1638)
  • Rei Mvemba-a-Nkanga Ntinu, Álvaro VI (1638-1641)
  • Rei Nkanga-a-Lukeni, Garcia II (1641-1661)

Durante o período das lutas pelo poder[editar | editar código-fonte]

Em M'Banza Kongo, São Salvador[editar | editar código-fonte]

Em Ki-Mpangu[editar | editar código-fonte]

  • Rei Afonso III (1667-1669)
  • Rei Nkanga-a-Mvemba, Garcia III (1669-1678)
  • Rei Nlaza, André I (+1679)
  • Rei Nimi-a-Mvemba, Álvaro IX (+1680)
  • Rei Nzinga, Manuel I (+1680)
  • Rei Nsaku-a-Mvemba, Pedro IV (1694-1710)

Em Mbula[editar | editar código-fonte]

  • Rei Nsuku-a-Ntamba, Pedro III (1667-1679)
  • Rei Nsuku-a-Ntamba, João II (1679-1710)

Notas

  1. Segundo textos de missionários portugueses de 1624.
  2. Uma das capitais do reino foi M'Banza Kongo, que passou a chamar-se São Salvador, desde a conversão dos bakongos ao cristianismo católico.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Thornton, John. The Origins and Early History of the Kingdom of Kongo, c. 1350-1550. in International Journal of African Historical Studies, Vol. 34, No. 1, 2001

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Anexo:Lista dos Reis do Congo