Margarida da Hungria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santa Margarida da Hungria, O.P.
Estátua de Santa Margarida
Nascimento 27 de Janeiro de 1242 em Fortaleza de Klis, Klis (atualmente na Croácia)
Morte 18 de janeiro de 1271 (28 anos) em Ilha Margarida, Budapeste (atualmente na Hungria)
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 1789
Canonização 19 de novembro de 1943 por Papa Pio XII
Festa litúrgica 18 de janeiro
Atribuições representada com o hábito de freira, com um lírio branco e segurando um livro nas mãos
Gloriole.svg Portal dos Santos

Margarida da Hungria (em húngaro: Margit) foi filha do rei Bela IV da Hungria e de Maria Lascarina.

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

De uma família santa e de bons princípios, era sobrinha-neta de Santa Edviges, sobrinha de Santa Isabel da Hungria, irmã mais nova de Santa Cunegunda e da Beata Iolanda.

Era a oitava e mais nova filha do casal real. Este, na altura do seu nascimento, vivia no exílio, na Croácia, devido às invasões mongóis (1241–1242). Aconteceu que seus pais fizeram promessa de que o seu país ficasse livre, a sua filha seria religiosa. Daí logo cedo, aos quatro anos de idade, em 1245, entrou no Convento dominicano de Veszprém.

Seis anos mais tarde mudou-se para um convento, que os seus pais fundaram, no rio Danúbio, em Nyulak szigete, junto de Buda (hoje chamada Ilha de Margarida, em sua homenagem). Ali viveu toda a sua vida, com grande devoção religiosa, e recusando as tentativas de seu pai para que se casasse com o rei Otacar II da Boêmia.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Margarida da Hungria