Matthew Riddle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Matt Riddle)
Ir para: navegação, pesquisa
Matthew Riddle
Nome de nascimento Matthew Frederick Riddle
Data de nascimento 14 de Janeiro de 1986 (28 anos)
Local de nascimento Estados Unidos Allentown, Pennsylvania
Outros nomes Deep Waters
Nacionalidade Americano
Altura 1.85 m
Peso 77 kg
Divisão Peso Médio (2008)
Peso Meio Médio (2009-presente)
Envergadura 193 cm
Modalidade Wrestling
Luta por Del Rio, Texas
Las Vegas, Nevada
Equipe Throwndown Training Center
Graduação      Faixa Roxa em Jiu Jitsu Brasileiro
Anos ativo 2007-presente
Cartel no MMA
Total 12
Vitórias 8
Por nocaute 1
Por finalização 1
Por decisão 5
Por desqualificação 1
Derrotas 3
Por nocaute 1
Por decisão 2
Sem resultado 2
Outras informações
Matthew Riddle no Sherdog

Matthew Frederick Riddle é um lutador de MMA norte-americano[1] . Riddle teve uma aparição no The Ultimate Fighter: Team Rampage vs. Team Forrest e já lutou no UFC.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

The Ultimate Fighter[editar | editar código-fonte]

Riddle enfrentou Dan Simmler, púpilo de Matt Serra, para entrar na casa do TUF. Riddle nocauteou Simmler nos primeiros segundos do segundo round e golpeou-o três vezes no maxilar depois de ele ter perdido a consciência, quebrando a mandíbula de Simmler em dois locais. Foi chamado de o maior nocaute na história do The Ultimate Fighter por Dana White e o nocaute do século por Quinton Jackson. Riddle foi o segundo escolhido para a Equipe Rampage. Durante a gravação do programa, Riddle ganhou o apelido de Chipper depois de Rampage Chipper reparar que ele estava sempre sorrindo.

A segunda luta de Riddle foi contra Tim Credeur. Credeur derrotou Riddle com um armlock no segundo round, tirando Riddle do torneio. Após a luta, Credur comprou um Xbox 360 com os seus ganhos da luta.

Durante o show, Riddle consistentemente a discutia com mais experiente, Dante Rivera. Dante, em mais uma ocasião, afirmou que ele iria se aposentar se Riddle derrotasse-o.

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

No The Ultimate Fighter 7 Finale, realizado em 21 de junho de 2008, Riddle fez sua estréia profissional no MMA e no UFC, e derrotou o companheiro da casa do TUF, Dante Rivera, por Decisão Unânime.

Riddle foi então escalado para enfrentar Ryan Thomas no UFC 91, mas uma lesão no joelho tirou Riddle da luta. A recuperação da lesão no joelho estava marcada para 6-8 semanas.

Depois de se recuperar, Riddle derrotou Steve Bruno por Decisão Unânime, no UFC Fight Night: Lauzon vs. Stephens.

Em sua terceira luta no UFC, Riddle derrotou um outro companheiro do The Ultimate Fighter 7, Dan Cramer e venceu por Decisão Unânime no UFC 101.

Em seguida, ele enfrentou o participante do TUF 9, Nick Osipczak em 14 de novembro de 2009 no UFC 105. A luta foi realizada no país natal de Osipczak, a Inglaterra. Riddle perdeu a luta por Nocaute Técnico no terceiro round.

Depois de sua derrota para Osipczack, Riddle enfrentou o estreante do UFC Greg Soto em 27 de março de 2010 no UFC 111. Riddle dominou os dois primeiros rounds, Soto aplicou um chute ilegal na cabeça de Riddle no terceiro round, o que o impossibilitou Riddle de continuar, dando a vitória Riddle por Desqualificação.

Riddle enfrentou DaMarques Johnson em 01 de agosto de 2010, no UFC on Versus 2. A luta foi realizada no Peso Casado após Johnson pesar 172£ e Riddle vencer a luta por Nocaute Técnico no fim do segundo round.

Riddle era esperado para enfrentar TJ Waldburger em 11 de dezembro de 2010 no UFC 124. No entanto, Waldburger foi forçado a se retirar do card, com uma lesão e foi substituído pelo estreante Sean Pierson. Pierson derrotou Riddle por Decisão Unânime e a luta foi chamada a verdadeira Luta da Noite pelo presidente do UFC Dana White.

Riddle era esperado para enfrentar do colega do TUF, Matt Brown, em 3 de março de 2011, no UFC Live: Sanchez vs. Kampmann, substituindo o lesionado Mark Scanlon. No entanto, Riddle também se lesionou, e Brown foi retirado do card.

Riddle era esperado para enfrentar TJ Grant em 26 de junho de 2011, no UFC on Versus 4. No entanto, Riddle foi forçado a partir da luta com uma lesão e substituído por Charlie Brenneman.

Riddle enfrentou o invicto Benoist Lance que fazia sua estréia no octógono em 17 de setembro de 2011 no UFC Fight Night 25. Ele perdeu a luta por Decisão Unânime em uma luta que ganhou as honras de Luta da Noite.

Riddle era esperado para lutar Luis Ramos em 30 de dezembro de 2011, no UFC 141. No entanto, a luta foi cancelada porque Riddle ficou doente e teve de sair momentos antes do começo da luta.[2]

Riddle era esperado para enfrentar Jorge Lopez em 04 de fevereiro de 2012, no UFC 143, substituindo o lesionado Amir Sadollah. No entanto, Lopez também foi forçado a se retirar da luta e substituído pelo estreante Henry Martinez. Ele venceu a luta por Decisão Dividida.[3] [4]

A luta entre Riddle e Ramos foi remarcada para 22 de junho de 2012 no UFC on FX: Maynard vs. Guida. No entanto, Riddle foi forçado a se retirar da luta com outra lesão e substituído por Matt Brown.[5]

Riddle entrou no lugar de Siyar Bahadurzada em curto prazo para enfrentar Chris Clements no UFC 149. Riddle venceu a luta depois de pegar Clements em um triângulo de braço, forçando-o a desistir aos 2:02 do terceiro round. Riddle ganhou o bônus de $65.000 pela Finalização da Noite; [6] este também marcou a primeira vitória por finalização de sua carreira profissional. Em 20 de outubro de 2012, foi anunciado que Riddle tinha falhado no seu teste de drogas pós-luta, testou positivo para maconha.[7] Riddle foi posteriormente multado e suspenso por 90 dias, retroativo a 21 de julho de 2012. Sua vitória sobre Clements foi mudada para Sem Resultado.[8]

Riddle foi originalmente esperado para enfrentar Besam Yousef em 17 de novembro de 2012 no UFC 154, substituindo o lesionado Stephen Thompson. No entanto, Yousef foi forçado a se retirar da luta devido a uma lesão e foi substituído por John Maguire. Riddle derrotou Maguire por Decisão Unânime.[9]

Riddle enfrentou Che Mills em 16 de fevereiro de 2013, no UFC on Fuel TV: Barão vs. McDonald e venceu por decisão dividida, mas após a luta foi novamente pego no exame antidoping feito após o UFC Londres, onde Matt fez sua última luta. Riddle então foi demitido do UFC por Dana White[10] .

Incrédulo do acontecido, Riddle desabafou dizendo ter parado de fumar maconha três semanas antes de luta e que usuários da droga são perseguidos no MMA, mas descartava processar o Ultimate Fighting Championship[11] .

Pós UFC[editar | editar código-fonte]

Após deixar o UFC, Riddle assinou com a promoção baseada no Texas, o Legacy Fighting Championship. Porém, em 18 de Maio de 2013 foi anunciado que seu contrato havia sido comprado pelo Bellator MMA. Riddle era esperado para estrear no Bellator contra Sergio Junior no Bellator 100 nas Quartas de Final do Torneio de Meio Médios da 9ª Temporada, porém, uma lesão nas costelas o impediu de lutar, e após isso Riddle anunciou sua aposentadoria devido à problemas financeiros.

Algumas semanas depois, foi anunciado que Riddle voltaria ao MMA para lutar no Bellator 109, porém, ele novamente teve que se retirar da luta e foi demitido pelo Bellator.

Riddle lutou no Texas Fighting Championship, enfrentando o também ex-UFC Michael Kuiper em 28 de Fevereiro de 2014 no Titan FC 27.[12] Riddle venceu por finalização no segundo round.

Riddle agora enfrentará Ben Saunders em 22 de Agosto de 2014 no Titan FC 29.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Ben Saunders Titan FC 29 22/08/2014 Estados Unidos Fayetteville, North Carolina
Vitória 8-3 (2) Michael Kuiper Finalização (guilhotina) Titan FC 27 28/02/2014 2 2:29 Estados Unidos Kansas City, Kansas
NC 7-3 (2) Che Mills Sem Resultado (resultado mudado) UFC on Fuel TV: Barão vs. McDonald 16/02/2013 3 5:00 Inglaterra Londres Originalmente vitória; Testou positivo para Maconha.
Vitória 7–3 (1) John Maguire Decisão (unânime) UFC 154: St. Pierre vs. Condit 17/11/2012 3 5:00 Canadá Montreal, Quebec
NC 6–3 (1) Chris Clements Sem Resultado (resultado mudado) UFC 149: Faber vs. Barão 21/07/2012 3 2:02 Canadá Calgary, Alberta Originalmente vitória; Finalização da Noite; Testou positivo para Maconha
Vitória 6–3 Henry Martinez Decisão (dividida) UFC 143: Diaz vs. Condit 04/02/2012 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Derrota 5–3 Lance Benoist Decisão (unânime) UFC Fight Night 25 17/09/2011 3 5:00 Estados Unidos New Orleans, Louisiana Luta da Noite
Derrota 5–2 Sean Pierson Decisão (unânime) UFC 124: St. Pierre vs. Kosheck II 11/12/2010 3 5:00 Canadá Montreal, Quebec
Vitória 5–1 DaMarques Johnson Nocaute Técnico (socos) UFC Live: Jones vs. Matyushenko 01/08/2010 2 4:29 Estados Unidos San Diego, California Peso Casado (172 lbs)
Vitória 4–1 Greg Soto Desqualificação (pedalada ilegal) UFC 111: St. Pierre vs. Hardy 27/03/2010 3 1:30 Estados Unidos Newark, New Jersey
Derrota 3–1 Nick Osipczak Nocaute Técnico (socos) UFC 105: Couture vs. Vera 14/11/2009 3 3:53 Inglaterra Manchester
Vitória 3–0 Dan Cramer Decisão (unânime) UFC 101: Declaration 08/08/2009 3 5:00 Estados Unidos Philadelphia, Pennsylvania
Vitória 2–0 Steve Bruno Decisão (unânime) UFC Fight Night: Lauzon vs. Stephens 07/02/2009 3 5:00 Estados Unidos Tampa, Florida Estréia nos Meio Médios
Vitória 1–0 Dante Rivera Decisão (unânime) The Ultimate Fighter 7 Finale 21/06/2008 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada

Referências