Microgeração

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A microgeração consiste na geração de calor ou potência(energia) de baixo teor em carbono por indivíduos, pequenas empresas ou comunidades. Entre as tecnologias de microgeração encontram-se turbinas eólicas ou de água pequenas, bombas de calor, painéis solares e fotovoltaicos e MicroCHP.

Comparação entre a microgeração e a produção de energia a larga escala[editar | editar código-fonte]

Microgeração Produção a larga escala Notas
Calor como sub-produto
  • Pode ser usado para aquecimento, aumentando assim a eficiência do consumo. Este método é conhecido como "micro combined heat and power" em inglês (ou microCHP).
  • Geralmente não é aproveitado nas centrais eléctricas.
Perdas por transmissão
  • Negligenciável.
  • Uma proporção significativa da energia eléctrica é perdida durante a transmissão (a título de exemplo: aproximadamente 8% no Reino Unido de acordo com a BBC).
Mudanças na rede
  • Reduz a carga de transmissão, sendo menor a necessidade de modificações na rede.
  • Aumenta a energia transmitida, havendo uma maior necessidade para actualizar a rede.
Em caso de falha na rede eléctrica
  • Electricidade disponível.
  • Electricidade não disponível.
Escolhas do consumidor
  • Pode optar pela compra de qualquer sistema legal.
  • Pode escolher entre ofertas da companhia eléctrica.
Desempenho e requisitos de manutenção
  • Manutenção feita pela companhia eléctrica. O desempenho da rede varia de local para local.
Exageros na campanha publicitária
  • Concentração nas energias renováveis.[1]
  • Concentração na crise energética.
  • Ambos produzem electricidade. Estão ambos sujeitos a má publicidade.
Eficácia
  • Para a energia eólica e solar, a produção actual é apenas uma fracção da capacidade máxima.|acessodata= 04 de Novembro de 2009 }}</ref> -->
  • Sistemas baseados em combustível são eficazes.
  • Alguns paineis solares são simples de instalar e fornecem energia limpa, independentemente das flutuações no mercado energético.
  • Comentadores defendem que os consumidores que compram a electricidade com tarifas de energia limpa podem reduzir mais as emissões de carbono que com a microgeração e a um custo menor.
Economia de escala
  • Favorece a produção em massa. Os sistemas são mais baratos quando produzem em quantidade.
  • Favorece os sistemas maiores, e são tanto mais baratos quão maior for a capacidade de produção.
  • Ambos têm vantagens e desvantagens. A eficiência geral é maior quando há um compromisso entre ambos os sistemas.

A microgeração consegue equilibrar de uma forma dinâmica a oferta e procura por energia eléctrica, ao produzir-se mais energia nos períodos de grande procura e altos preços, e menos energia nos períodos de pouca procura e baixos preços. Esta rede híbrida permite que ambos os sistemas de microgeração e produção a larga escala funcionem com uma maior eficiência energética e de custo que qualquer uma conseguiria em separado.

Referências

  1. Low wattage thinking, New Scientist, 30 September 2006, page 24 -- [1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]