Mixotrofismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Mixotrofismo ou mixotrofia, em biologia, é o nome dado à qualidade do ser vivo com caractéristicas autótrofas e heterótrofas. Ou seja, é capaz de produzir seu próprio alimento a partir da fixação de dióxido de carbono (através de fotossíntese ou quimiossíntese), mas pode também alimentar-se de outros compostos inorgânicos ou orgânicos. Mixotróficos podem ser tanto eucariotas quanto procariotas.[1]

Um bom exemplo de um ser mixotrófico é a planta carnívora, que apesar de ser clorofilada (portanto, capaz de fazer fotossíntese), depende do nitrogênio contido nas proteínas dos animais que ingere. Essa dependência ocorre porque a planta carnívora é natural de áreas com o solo pobre e encharcado, escasso de nitratos, essenciais para a síntese da molécula de clorofila.

Algumas algas, como as Euglenófitas (Euglenophyta), e protozoários também são exemplos de seres mixotróficos.

Referências

  1. Eiler A. (2006). "Evidence for the Ubiquity of Mixotrophic Bacteria in the Upper Ocean: Implications and Consequences". Appl Environ Microbiol 72 (12): 7431–7. DOI:10.1128/AEM.01559-06. PMID 17028233.
Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.