Montanha da Perdição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Montanha da Perdição, também chamada de Orodruin, é um vulcão que aparece na obra de J.R.R.Tolkien. Localizado no centro da terra de Mordor, foi o local onde o Um Anel foi forjado pelo Senhor do Escuro, Sauron, e representa o fim da aventura de Frodo Bolseiro para destruir o Anel, aventura esta relatada em O Senhor dos Anéis.

Orodruin é o nome em Sindarin para Montanha de Fogo. O nome equivalente em Sindarin para Montanha da Perdição é Amon Amarth, que significa literalmente Montanha do Destino.

Quando Sauron começou a procurar por um local de moradia na Terra-média durante a Segunda Era, ele foi diretamente para Mordor, especialmente atraído pela montanha, cujo poder ele queria usar em seu favor. Portanto construiu em redor da montanha o seu reino e "usou o fogo que jorrava do coração da terra em seus feitiços e forjas". A mais famosa criação de Sauron em Orodruin foi o Um Anel, forjado nas Fendas da Perdição, Sammath Naur, um abismo dentro da montanha. Em O Senhor dos Anéis consta que o material do qual foi feito o anel era tão durável e os encantamentos que o protegiam tão poderosos que somente nas Fendas da Perdição ele poderia ser desfeito.

Diz-se que a Montanha da Perdição era mais que um vulcão comum, já que Sauron o comanda e enquanto esteve ausente, o Vulcão adormeceu, voltando à ativa quando do seu retorno. Sua atividade também aparenta estar ligada com o poder de Sauron. Quando ele é derrotado, no fim da Terceira Era, o vulcão entra violentamente em erupção e logo depois adormece permanentemente.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Orodruin as depicted in The Lord of the Rings film trilogy.
Mount Ngauruhoe was Peter Jackson's inspiration for Mt. Doom

Na adptação para o cinema de Peter Jackson, The Lord of the Rings, Orodruin foi representado por dois vulcões ativos da Nova Zelândia: Mount Ngauruhoe e Mount Ruapehu. Em tomadas de grandes distância o vulcão foi representado por um modelo grande ou uma representação em CGI, ou ainda uma combinação de ambos, uma vez que não foi permitido filmagens do Ngauruhoe porque os maoris o consideram sagrado. No entanto, algumas cenas nas encostas da Montanha da Perdição foram filmadas nas encostas do Ruapehu.[1]

Homenagens[editar | editar código-fonte]

A International Astronomical Union nomeou todas as montanhas de Titan, lua de Saturno, com nomes das obras de Tolkien's.[2] Em 2012, uma montanha de Titan recebeu o nome de "Doom Mons" em homenagem à Montanha da Perdição de Tolkien.[3]

Referências

  1. Sibley, Brian. The Making of the Movie Trilogy The Lord of the Rings, Houghton Mifflin (2002).
  2. International Astronomical Union. "Categories for Naming Features on Planets and Satellites". Gazetteer of Planetary Nomenclature. Accessed Nov 14, 2012.
  3. International Astronomical Union. "Doom Mons". Gazetteer of Planetary Nomenclature. Accessed Nov 14, 2012.