Muralhas de Jerusalém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Muralhas de Jerusalém *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Jerusalem, city wall.jpg
País A UNESCO não indica nenhum país[1]
Sítio proposto pela Jordânia
Critérios (ii)(iii)(vi)
Referência 148
Coordenadas 31° 46′ N 35° 13′ E(Jerusalém)
Histórico de inscrição
Inscrição 1981  (5ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

As muralhas de Jerusalém (em árabe: أسوار القدس; em hebraico: חומות ירושלים) circundam a cidade antiga de Jerusalém (com cerca de 1 km²). Estas muralhas foram construídas entre 1535 e 1538, quando Jerusalém fazia parte do Império Otomano, segundo ordem de Solimão I.

O comprimento das muralhas é 4018 m, a sua altura média é 12 m e a espessura média 2,5 m. As muralhas contêm 34 torres de vigia e 8 portas de entrada.

Em 1981, as muralhas de Jerusalém foram adicionadas, em conjunto com a Cidade Antiga, à lista de Património Mundial da UNESCO.[2]

As muralhas de Jerusalém, que foram originalmente construídas para proteger a cidade contra a entrada de inimigos, servem hoje como atração turística pois perderam a capacidade defensiva.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências