New York Times Building

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
New York Times Building
Ny-times-tower.jpg
Manhattan
Flag of New York City.svg Nova York
 Nova Iorque
 Estados Unidos
Status Completado
Período de construção 2003-2007
Pedra fundamental 2003
Uso Escritórios
Altura
Antena 319 m (1,046 ft)
Telhado 228 m (748 ft )
Características
Elevador 32 (24 para passageiros, 8 de serviço)
Área 143,000 m²
Andares 52
Construção
Arquiteto Renzo Piano Building Workshop, FXFOWLE Architects
Contratante AMEC Construction Management
Desenvolvedor Forest City Ratner Companies
Proprietário The New York Times Company (58%) e Forest City Ratner Companies (42%)
Engenheiro Thornton Tomasetti
Gestor Forest City Ratner Companies

O New York Times Building é um novo arranha-céu no lado leste de Manhattan, Nova York. Seu dono é o The New York Times Company, que publica os jornais The New York Times, The Boston Globe, International Herald Tribune, e outros jornais regionais de menor circulação. Grande parte da fachada externa foi completada durante o segundo trimestre de 2007, o The New York Times começou a operar no edifício em abril, embora o acabamento interno ainda não tinha sido concluído.

Início[editar | editar código-fonte]

O projeto foi anunciado em 13 de dezembro de 2001, anunciando a construção de uma torre de 52 andares no lado leste da Eighth Avenue entre as ruas 40 e 41 e a Port Authority of New York & New Jersey Bus Terminal. O local escolhido representa a expansão de Midtown através da Eighth Avenue; o corridor que foi construído desde a conclusão em 1989 do One Worldwide Plaza e da conclusão da Hearst Tower em 2006. A construção é uma joint venture entre o The Times Company, Forest City Ratner Companies, Cleveland, Brooklyn, Atlantic Yards e ING Real Estate.

Além disso, o novo local mantém o papel da area do Times Square, que recebeu esse nome após a mudança do jornal para essa rua em 1904. O Times Company até recentemente se localizava a 229 West 43rd Street.

Design[editar | editar código-fonte]

A torre foi desenhada pelas companhias Renzo Piano Building Workshop e FXFOWLE Architects, e o design interior ficou a cargo de Gensler, conhecido pela inovação, em que milhares de pequenos tubos de cerâmica dispostos horizontalmente em frente a uma parede de vidro, formando uma "parede dupla envidraçada, espectralmente seletiva, de baixa emissão, uma elevada parede de vidro ao redor do prédio reduz o resfriamento deste, "[1] A torre possui numerosas características do desenvolvimento sustentável. A principal delas é a arquitetura do prédio que maximiza a luz natural, mantendo a conexão com o lado de fora. Cortinas mecanizadas, trabalhando em conjunto com mais de 20,000 lâmpadas fluorescentes, mantendo estável o nível de claridade enquanto salva energia e previne blecautes.

A torre atingirá 228 até o teto, mas a parede exterior atingirá 256 m, e um mastro elavará a altura a 319 m. O edifício terá 143,000 metros quadrados de espaço interno.

Em 11 de novembro de 2006,o edifício ergueu um pináculo a uma altura de (319 m) quando uma pequena seção deste foi assentada. O edifício se encontra atualmente empatado com o Chrysler Building como o segundo maior prédio de Nova York e 6° maior dos Estados Unidos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]